PUBLICIDADE

Arthur Leclerc continua na Prema para disputa da temporada 2022 da Fórmula 3

Piloto da Academia Ferrari e irmão de Charles Leclerc, Arthur teve sua renovação anunciada pela Prema nesta terça-feira (11) e vai para sua segunda temporada na Fórmula 3

11 jan 2022 11h20
ver comentários
Publicidade
Arthur Leclerc venceu pela primeira vez na F3 no GP da França
Arthur Leclerc venceu pela primeira vez na F3 no GP da França
Foto: Reprodução/Twitter/F3 / Grande Prêmio

AS NOVIDADES DA F1 2022: O QUE ESPERAR DE ALBON E ZHOU?

Arthur Leclerc, irmão de Charles Leclerc, piloto da Ferrari na Fórmula 1, terá uma nova oportunidade de disputar a Fórmula 3 em 2022 — novamente com o carro da Prema. Além disso, o piloto monegasco continuará sua associação com a Academia de Pilotos da Ferrari, da qual faz parte desde janeiro de 2020. Na última temporada, o jovem de 21 anos disputou a categoria pela primeira vez e venceu duas vezes, na Itália e Holanda.

"Estou muito feliz de continuar o trabalho que começamos na Prema na F3 de 2021", comemorou Leclerc. "Acho que fizemos um bom trabalho no ano passado, e 2022 será uma boa oportunidade para juntar tudo que aprendemos até agora. Mal posso esperar pelo início da temporada", animou-se o piloto.

Em 2021, o campeão da Fórmula 3 foi justamente o companheiro de equipe de Leclerc, o norueguês Dennis Hauger — que somou 205 pontos ao final do ano. Leclerc, por sua vez, foi o décimo, com 79 tentos conquistados. Outro piloto da Prema na disputa, o britânico Olli Caldwell terminou na oitava colocação, à frente de Arthur, com 93 pontos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Arthur Leclerc vibra com primeira pole na F3, conquistada na Hungria (Foto: F3)

"É ótimo poder continuar nossa colaboração com Arthur [Leclerc]", disse o chefe da Prema, René Rosin. "Tenho certeza de que ele vai continuar o progresso que vimos em 2021, quando mostrou que tem potencial para ser um dos ponteiros. A experiência do ano passado, com os desafiadores finais de semana de três corridas, definitivamente vão ajudá-lo a encarar os eventos com grande foco, o que com certeza vai beneficiar toda a equipe", salientou.

Apesar da conquista do título de pilotos com Hauger, a disputa entre os Construtores não saiu do jeito que a Prema esperava. Apenas quatro pontos separaram a equipe da campeã Trident, que somou 381 com o vice-campeão Jack Doohan (179), o terceiro colocado Clément Novalak (147) e o 11º, David Schumacher (55).

"Foi uma boa temporada", continuou o chefe da equipe. "É claro, eu preferia vencer também o campeonato [de Construtores] da Fórmula 3, porque existem alguns fatores… Mas nada a se retirar, todo o crédito à Trident, porque é claro que fizeram um grande trabalho", ressaltou.

Além das duas vitórias de 2021, Leclerc também conseguiu um segundo lugar na Hungria, além de sua primeira pole-position na categoria no mesmo final de semana. Antes de debutar na F3, o monegasco pilotou pela Prema na Fórmula Regional Europeia (hoje FRECA), obtendo seis vitórias ao encerrar a temporada com o segundo lugar e 343 pontos — o campeão foi o brasileiro Gianluca Petecof, que era companheiro de Leclerc na Academia Ferrari e já deixou a equipe.

Dennis Hauger brilhou na F3 2021 e terminou como campeão (Foto: Reprodução)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade