6 eventos ao vivo

Andy Murray pede que Hamilton seja condecorado e receba título de 'sir'

Heptacampeão da Fórmula 1 estaria na lista para receber a honraria na próxima cerimônia de ano novo da realeza

25 nov 2020
22h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O tenista escocês Andy Murray defendeu que Lewis Hamilton, que recentemente se sagrou heptacampeão da Fórmula 1, receba o título de cavaleiro do Império Britânico, passando a ser chamado de 'Sir'. O próprio Murray já recebeu a honraria.

"Em termos do que ele conquistou como atleta, é claro que ele merece", afirmou Murray, no programa de televisão Good Morning Britain. "Ele é um dos desportistas de maior sucesso da história do país", completou o tenista.

Segundo alguns jornais britânicos, como o The Times e o tabloide The Sun, Hamilton está na lista para receber a condecoração na cerimônia de Ano Novo da realeza britânica, no início de 2021. A Família Real parabenizou Hamilton pelo sétimo título na Fórmula 1 através das redes sociais recentemente.

No entanto, Hamilton afirmou que a condecoração deve ir para pessoas anônimas. "Penso em pessoas como meu avô, que serviu na guerra, penso no Sir capitão Tom (Moore)", declarou o britânico em referência ao ex-soldado de 100 anos que arrecadou mais de 32 milhões de libras (cerca de R$ 229 milhões) para o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido ao longo da pandemia do novo coronavírus.

"As pessoas que estão cuidando de hospitais, os enfermeiros e os médicos que estão salvando vidas durante o momento mais duro de todos. Penso nestes heróis anônimos e não me vejo como um herói anônimo", finalizou o heptacampeão, quando perguntado sobre o assunto.

Murray recebeu o título de sir em 2016, ano em que foi campeão de Wimbledon, do ATP Finals e terminou a temporada como o número 1 do mundo.

Veja também:

Os segredos da Red Bull para bater a Mercedes
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade