3 eventos ao vivo

Veto de Cuba a Dayron Robles é definitivo, diz Juantorena

7 ago 2013
22h04

O ex-recordista mundial dos 110 metros com barreiras e campeão olímpico em Pequim 2008 Dayron Robles "não poderá mais competir por Cuba", afirmou nesta quarta-feira o ex-atleta e membro da federação de atletismo do país Alberto Juantorena.

"Como pode o atleta dizer que não vai competir por outra bandeira se abandona a sua e pede a saída da seleção nacional, filia-se a um clube de outro país e sugere que, no futuro, poderia competir por esse país se Cuba não acatar suas condições?", declarou Juantorena em entrevista publicada hoje no site "Jit", do Instituto Cubano de Esportes.

"Se quer competir por um clube ou por outro país, segundo o Regulamento da IAAF, que o faça. A decisão é sua e do clube ou país que o aceitar, mas por Cuba, repito, não poderá mais competir", afirmou.

Dayron Robles, especialista nos 110 metros com barreiras e que estabeleceu o recorde da prova em 12s87, pediu sua saída da seleção cubana de atletismo no final de janeiro porque, segundo disse, não queria continuar competindo.

Mas, em junho, o atleta de 26 anos reapareceu em um circuito internacional competindo pelo clube AS Monaco, e a Federação Cubana de Atletismo vetou sua participação definitivamente, argumentando que Robles não teve "disciplina e ética esportiva".

Robles declarou que não descarta participar dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, e disse que, se não puder fazê-lo por Cuba, buscará participar por outro país como naturalizado.

EFE   
publicidade