PUBLICIDADE

Troféu Brasil de Atletismo, disputado em São Paulo, muda de data

13 mai 2021 13h47
| atualizado às 13h47
ver comentários
Publicidade

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta quinta-feira a mudança de data do Troféu Brasil de Atletismo, a mais importante competição interclubes da América Latina, para o período de 10 a 13 de junho. A entidade confirmou que o torneio será disputado no estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), na Vila Clementino, em São Paulo.

A competição estava inicialmente marcada para o período de 3 a 6 de junho e foi transferida porque o Conselho de Administração da CBAt aceitou ponderações de seu Conselho Técnico, listadas na Ata da Reunião Extraordinária 04/2021, realizada no último dia 10 de maio.

O Conselho Técnico apontou a necessidade do adiamento em função da disputa do Campeonato Sul Americano de Adultos, marcado para o período de 29 a 31 de maio, em Guayaquil, no Equador (também teve sua data alterada, após a desistência da Argentina de organizar o torneio e a mudança da sede para o Equador). No entender dos integrantes do grupo, os atletas convocados para a seleção brasileira seriam extremamente prejudicados pelo fato de não terem tempo hábil para sua recuperação. A CBAt levou em consideração também a dilatação de prazo de confirmação do Centro Olímpico solicitada para Prefeitura Municipal de São Paulo.

Tanto o Campeonato Sul-Americano como o Troféu Brasil são ótimas oportunidades de os atletas tentarem os índices exigidos pela World Athletics para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que tem cerimônia de abertura marcada para o dia 23 de julho.

Na edição de 2020, disputada também no Centro Olímpico e sua nova pista reformada, o Pinheiros confirmou seu favoritismo e conquistou o pentacampeonato do Troféu Brasil. A equipe venceu na classificação geral, com 511.5 pontos, no masculino com 214, e no feminino, com 297,5 pontos.

A Orcampi, de Campinas, comemorou o vice-campeonato, com 211 pontos, sendo também segunda colocada no feminino (115) e terceira no masculino (96).

Já a AABLU, de Blumenau, ficou e terceiro lugar no geral, com 194 pontos, ficando em segundo no masculino (116) e em terceiro no feminino (78 pontos).

Os melhores atletas da competição foram Felipe Vinicius dos Santos (AABLU), que obteve índice olímpico no decatlo, e Gabriele Sousa dos Santos (Pinheiros), bicampeã do salto triplo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade