PUBLICIDADE

Izabela da Silva termina na 11ª posição na final do lançamento de disco em Tóquio

2 ago 2021 09h52
| atualizado às 13h49
ver comentários
Publicidade

Nesta segunda-feira, foi disputada a final do lançamento de disco feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A brasileira Izabela da Silva não conseguiu ficar entre as oito primeiras colocadas após três arremessos, finalizando na 11ª posição com 60,39m.

Vale lembrar que Izabela foi a primeira brasileira a chegar na decisão desta modalidade nas Olimpíadas

Na primeira rodada de lançamentos, Izabela da Silva fez a nona melhor marca, com 60,39m. Vale destacar que cada atleta ainda teve mais duas tentativas e as que terminaram nas oito primeiras colocações teriam mais três extras na briga pelo pódio.

Na rodada seguinte, o arremesso de Izabela foi invalidado após sair do círculo que determina a área de prova no momento de lançar o disco. Com isso, a brasileira caiu para a décima posição no geral, precisando de 61,80m no terceiro lançamento para ficar em as oito primeiras e seguir da disputa.

Porém, no último arremesso, Izabela da Silva não conseguiu atingir a marca necessária. A brasileira lançou para 59,56m e não conseguiu entre as oito melhores após três lançamentos para seguir na disputa pelo pódio.

"Vai ser um aniversário inesquecível", disse Izabela, que disputou a sua primeira Olimpíada. "Só ter conseguido a qualificação para Tóquio já foi um sonho realizado. É muito difícil chegar até aqui e disputar a final".

Quanto à chuva, Izabela ressaltou que atrapalhou todas as atletas.

"A prova foi interrompida por um tempão. Tivemos de ficar na câmera de chamada e todo mundo perdeu o aquecimento", comentou a campeã sul-americana em Lima, no Peru.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade