3 eventos ao vivo

Sob gritos de 'campeão', Athletico-PR vira e goleia o Fortaleza em Curitiba

Tme paranaense passa fácil pelo rival cearense no reencontro com a torcida após o título da Copa do Brasil

27 set 2019
00h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Em clima de festa e debaixo de gritos de "campeão", o Athletico-PR fez bonito no reencontro com a torcida após o título da Copa do Brasil e venceu o Fortaleza por 4 a 1, de virada, nesta quinta-feira à noite, na Arena da Baixada, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após encerrar um jejum de três jogos sem vitórias no campeonato, o Athletico-PR chegou aos 30 pontos e está na nona colocação. Por outro lado, o Fortaleza conheceu a segunda derrota seguida e estacionou nos 22 pontos, em 15.º lugar.

Athletico-PR passou fácil pelo Fortaleza na Arena da Baixada
Athletico-PR passou fácil pelo Fortaleza na Arena da Baixada
Foto: Divulgação/athletico.com.br / Estadão

O jogo começou com polêmica. Logo aos oito minutos, Wellington Paulista cabeceou e a bola bateu no braço de Léo Pereira dentro da área. A princípio, o árbitro gaúcho Vinícius Gomes do Amaral mandou o lance seguir, mas voltou atrás depois de consultar o VAR e marcou pênalti, convertido por Wellington Paulista.

Na sequência, os jogadores do Athletico-PR reclamaram de um pênalti não marcado. O time paranaense tomava conta da posse da bola, mas encontrava dificuldades para criar lances de perigo devido a forte marcação do Fortaleza. Aos 30 minutos, Rony cabeceou na rede pelo lado de fora.

Se não conseguiu marcar, Rony deu a assistência para Marco Rúben deixar tudo igual aos 32 minutos. A virada quase saiu em finalização de Bruno Guimarães por cima do gol. Nos acréscimos, aos 48, Nikão recebeu de Léo Cittadini e colocou o Athletico-PR na frente.

Aos cinco minutos do segundo tempo, Léo Cittadini bateu forte e Marcelo Boeck evitou o terceiro gol paranaense. Na sequência, o goleiro tricolor voltou a trabalhar em desvio de Rony. A pressão rubro-negra surtiu efeito aos 15. Rony cruzou, Nikão ajeitou de cabeça e Léo Cittadini completou para o gol. O árbitro foi até o VAR e, apesar da demora, acabou validando o lance.

Com a vantagem no placar, o Athletico-PR passou a administrar a posse da bola, enquanto o Fortaleza parecia sem forças para reagir. E o quarto gol só não saiu porque Jackson tirou em cima da linha finalização de Madson.

A partida ficou aberta nos minutos finais com chances para os dois lados. Até que, aos 49 minutos, Thonny Anderson acertou o travessão e Marcelo Cirino empurrou para as redes, fechando o placar.

O Athletico volta a campo no domingo, contra a Chapecoense, às 19 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba. Na segunda-feira, o Fortaleza recebe o Botafogo, às 20 horas, na Arena Castelão, na capital cearense. Os jogos são válidos pela 22.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 4 X 1 FORTALEZA

ATHLETICO-PR - Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington (Lucho González), Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony (Marcelo Cirino) e Marco Rúben (Thonny Anderson). Técnico: Tiago Nunes.

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Tinga, Quintero (Nathan), Jackson e Carlinhos; Gabriel Dias, Juninho e Matheus Vargas (Araruna); Felipe Pires (Marlon), Romarinho e Wellington Paulista. Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Wellington Paulista, aos dez, Marco Rúben, aos 32, e Nikão, aos 48 minutos do primeiro tempo; Léo Cittadini, aos 15, e Marcelo Cirino, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gomes do Amaral (RS)

CARTÕES AMARELOS - Thonny Anderson, Léo Pereira e Wellington (Athletico-PR)

RENDA - R$ 184.015,00

PÚBLICO - 12.970 total

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade