PUBLICIDADE
Logo do Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

Favoritar Time

O que o Athletico precisa para ser o líder geral da Sul-Americana?

Com 12 pontos, Furacão tem a segunda melhor campanha e entrará em campo na quinta-feira (30) sabendo o que precisa

29 mai 2024 - 08h24
Compartilhar
Exibir comentários

Líder do Grupo E, o Athletico precisa de um simples empate com o Sportivo Ameliano, nesta quinta-feira (30), ás 19h, na Ligga Arena, para garantir o primeiro lugar e, consequentemente, se classificar diretamente para as oitavas de final da competição.

Mas, mais do que se classificar em primeiro, o Furacão quer também o primeiro lugar geral, que lhe dá o poder de decidir todos os mata-matas em casa até a decisão, que será disputada em jogo único em Assunção, no Paraguai. E até a rodada anterior o Rubro-Negro tinha este posto, mas a derrota por 2×1 para o Danubio mudou os planos.

Ao término da quinta rodada, o Athletico poderia ser ultrapassado por até três clubes - Always Ready, da Bolívia, Universidad de Quito, do Equador, e Lanús, da Argentina. Por uma combinação de resultados, apenas os argentinos estão à frente, com 13 pontos somados, contra 12 do time atleticano.

O que o Athletico precisa?

Ou seja, nesta situação, o Furacão, para assumir o primeiro lugar geral, terá que vencer o Ameliano e torcer para que o Lanús não ganhe nesta quarta-feira (29), quando recebe o Cuiabá, às 19h, no La Fortaleza. Os dois clubes já estão classificados no Grupo G, inclusive com suas posições garantidas.

Com nove pontos, o Dourado não alcança o Lanús na liderança. Uma partida apenas protocolar, que pode até ajudar o Rubro-Negro. Em cinco jogos na primeira fase, os argentinos ganharam quatro e só empataram um, justamente contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Como o duelo será nesta quarta, o Athletico entrará em campo contra os paraguaios já sabendo se pode alcançar o primeiro lugar geral ou não. Se o Lanús ganhar, restará ao Furacão a segunda melhor campanha, desde que venca o Sportivo Ameliano na Ligga Arena.

Outros cenários

Desconsiderando a briga pela liderança geral, o Athletico precisa de um simples empate nesta quinta-feira para se classificar às oitavas de final. Caso tropece diante dos paraguaios, o Rubro-Negro terminará na segunda colocação, o que não significa que estará eliminado.

Porém, terá que fazer dois jogos a mais. Neste caso, enfrentaria um dos terceiros colocados da fase de grupos da Libertadores. Uma espécie de repescagem, que não só tumultuaria ainda mais o calendário atleticano, como também seria um obstáculo extra para lutar pelo tricampeonato da Sul-Americana.

Furacão quer a melhor campanha.
Furacão quer a melhor campanha.
Foto: Geraldo Bubniak/AGB / Banda B
Banda B
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade