0
Logo do Atlético-PR
Foto: terra

Atlético-PR

Atlético-PR

Botafogo empata na Baixada e deixa Atlético-PR perto do G-4

Joka Madruga / Futura Press
20 jul 2017
23h00
atualizado às 23h16
  • separator
  • comentários

No primeiro jogo de Fabiano Soares comandando o time do banco, o Atlético Paranaense não passou de um empate sem gols em casa diante do Botafogo, seguindo com um incômodo jejum dentro do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o clube paranaense chegou aos 17 pontos, na 16ª colocação, colado na zona de rebaixamento. O time alvinegro caiu para sétimo, com 23 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense encara a Ponte Preta, domingo, novamente na Arena da Baixada. Já o Botafogo terá pela frente, no mesmo dia, o Atlético Goianiense, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

O jogo - A partida começou movimentada, em velocidade, com as duas equipes tentando explorar os lançamentos. Aos cinco minutos, Sidcley apareceu pelo lado esquerdo e levantou para Pablo, que desviou de cabeça para boa defesa de Jefferson. O Furacão tentava se soltar mais. Aos oito minutos, Douglas Coutinho partiu para a jogada individual, fez fila, mas foi travado por Roger.

Lançamento de Thiago Heleno para Pablo, aos 13 minutos, mas o atacante entrou em impedimento. Cobrança de falta ensaiada para o Rubro-Negro, aos 17 minutos, com Nikão rolando para Sidcley cruzar e Douglas Coutinho desviar de cabeça, por cima da meta. Mais um ataque do Atlético, aos 24 minutos, com Sidcley arriscando da entrada da área, pela linha de fundo.

Foto: Giuliano Gomes / Gazeta Press

O Botafogo respondeu, aos 25 minutos, com Roger recebendo na entrada da área e pegando de primeira, para fora, mas com perigo. Aos 32 minutos, Jonathan saiu machucado para a entrada de Cascardo no Furacão. Cobrança de falta na entrada da área carioca, mas Nikão desperdiça carimbando a barreira. De cabeça, aos 49 minutos, Roger deu trabalho para Weverton.

Depois do intervalo, as equipes retornaram sem novidades. A disputa voltou mais equilibrada, as a chances reais de gol eram raras. Porém, logo aos sete minutos, Fabiano Soares apostou na entrada de Ederson no lugar de Douglas Coutinho, que saiu vaiado de campo. Aos 12 minutos, Pimpão saiu em disparada e parou apenas na saída de Weverton.

Foto: Joka Madruga / Futura Press

A posse de bola seguia com o Atlético-PR, mas o Botafogo era mais agudo. Aos 23 minutos, Pimpão ajeitou a bola para Matheus Fernandes, que finalizou por cima da meta, desperdiçando o ataque. Tecnicamente o jogo era ruim, com pouca emoção na Arena. Aos 31 minutos, Guilherme desviou cruzamento, a bola passou por todo mundo e se perdeu.

O Atlético apareceu com perigo aos 34 minutos, depois de chute forte de Nikão que Jefferson defendeu. No rebote, Ederson teve a chance de finalizar, mas Victor Luís apareceu para salvar. Pelo segundo amarelo, Emerson Santos foi expulso, aos 39 minutos. Com um a mais, o Rubro-Negro poderia pressionar, aproveitando ainda o longo acréscimo dado, mas tinha dificuldade e não conseguiu tirar o zero do placar em um jogo sem inspiração.

Foto: Giuliano Gomes / Gazeta Press

ATLÉTICO-PR 0 X 0 BOTAFOGO

Local : Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data 20 de julho de 2017 (quinta-feira)

Horário : 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes : Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Cartões amarelos : Otávio, Nikão e Lucho (Atlético-PR); Joel Carli, Pimpão, Emerson Santos, Igor Rabello e Jefferson  (Botafogo)

Cartão vermelho : Emerson Santos (Botafogo)

ATLÉTICO-PR : Weverton; Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique (Guilherme)e Lucho Gonzalez; Nikão, Pablo e Douglas Coutinho (Ederson)

Técnico : Fabiano Soares

BOTAFOGO : Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso (Marcelo), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Gilson) e Roger (Guilherme)

Técnico : Jair Ventura

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade