1 evento ao vivo

De olho na Libertadores, Athletico-PR recebe Bahia para reagir no Brasileirão

Apesar de ser duelo direto contra o rebaixamento, time volta atenções para a possível classificação às oitavas do torneio continental

26 set 2020
10h22
atualizado às 10h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As atenções do Athletico-PR estão divididas entre Copa Libertadores e Brasileirão, tanto que o técnico Eduardo Barros deve poupar alguns jogadores no jogo deste sábado, contra o Bahia, às 19 horas, na Arena da Baixada, pela 12ª rodada.

Apesar da partida ser um confronto direto contra o rebaixamento - o Athletico é o 15º colocado, com 11 pontos -, o jogo da próxima terça-feira, contra o Jorge Wilstermann-BOL, vale a vaga antecipada para as oitavas de final da Libertadores.

O técnico Eduardo Barros só vai divulgar a escalação momentos antes do jogo, mas o zagueiro Pedro Henrique, o lateral-direito Jonathan e o meia Léo Cittadini podem ser poupados, assim como o lateral-esquerdo Márcio Azevedo e o atacante Pedrinho, que se recuperam de lesões.

"Precisamos fazer uma campanha de recuperação no Campeonato Brasileiro, pontuar mais do que pontuamos. Uma premissa para isso é que o nosso jogo seja vertical, de busca pelo gol, objetivo, que a gente agrida ao adversário", disse Eduardo Barros, ainda taxado como interino.

A principal novidade é a presença de Renato Kayzer entre os relacionados. O atacante de 24 anos foi oficializado nesta sexta-feira, mas já teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e deve ficar como opção no banco. Ele estava no Atlético-GO, mas tinha vínculo com o Cruzeiro.

Nesta sexta-feira, a diretoria chegou a um acordo com o meia Jadson, ex-Corinthians e São Paulo. O jogador de 36 anos vai usar a estrutura do clube para entrar em forma. Se conseguir, pode ser contratado. Caso parecido aconteceu com o atacante Walter.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade