1 evento ao vivo

Classificado, Ahletico-PR perde para o Peñarol e deixa escapar liderança do grupo

Com a derrota por 3 a 2, equipe paranaense fica atrás do Jorge Wilsterman

21 out 2020
00h16
atualizado às 00h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Athletico-PR visitou o Peñarol no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, e perdeu por 3 a 2, nesta noite, deixando escapar a primeira colocação do Grupo C, no jogo válido pela última rodada da chave.

Com dez pontos, o Athletico ficou na segunda colocação, atrás do Jorge Wilsterman, que venceu o Colo Colo por 1 a 0 e teve a mesma pontuação, mas um saldo de gols superior (3 a 2). Já o Peñarol, terceiro colocado com nove pontos, deu adeus à Libertadores e passa a disputar a Copa Sul-Americana. O Colo Colo, com seis pontos, foi o lanterna da chave.

O Athletico começou tomando um susto logo aos dois minutos. O zagueiro Formiliano recebeu dentro da área e bateu para o fundo do gol, abrindo o placar para os uruguaios.

No entanto, o time brasileiro virou ainda antes do intervalo. Primeiro, aos 35 minutos, Nikão recebeu de frente para o goleiro e tocou para Lucho González empatar a partida. Depois, aos 44, o volante Richard pegou a sobra d abola mal afastado por Gargano e encheu o pé para estufar as redes e colocar o Athletico em vantagem.

Na segunda etapa, o Peñarol voltou a deixar tudo igual. Aos 17 minutos, em cobrança de escanteio, Fromiliano desviou e Kagelmacher completou na segunda trave, empatando a partida. Aos 35, o time da casa voltou a ficar na frente. Giovanni González cruzou e Britos cabeceou para o fundo do gol para garantir a vitória do Peñarol. O placar não mudou mais.

FICHA TÉCNICA

PEÑAROL 3 X 2 ATHLETICO-PR

PEÑAROL - Dawson; Giovanni González, Formiliano, Kagelmacher e Piquerez; Gargano (Cristian Rodríguez), Trindade, Urretaviscaya (Vadocz) e Facundo Torres; Álvarez Martínez (Britos) e Terans. Técnico: Mario Saralegui.

ATHLETICO-PR - Santos; Alvarado, Aguilar e Zé Ivaldo; Khellven, Erick, Richard, Lucho González (Ravanelli) e Fabinho (Geuvânio); Bisolli (Bruno Leite) e Nikão (Carlos Eduardo). Técnico: Eduardo Barros.

GOLS - Formiliano, aos 2, Lucho González, aos 35, e Richard, aos 44 minutos do primeiro tempo; Kagelmacher, aos 17, e Britos, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - José Mendéz (Paraguai).

CARTÕES AMARELOS - Álvarez Martínez (Peñarol); Ravanelli (Athletico-PR).

LOCAL - Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade