1 evento ao vivo

Antes de pegar ex-time, Lucho prevê 'jogo lindo' entre Athletico e River

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira, em Curitiba, no primeiro jogo da final da Recopa Sul-Americana

21 mai 2019
17h49
atualizado às 17h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Ex-jogador do River Plate, Lucho González projetou nesta terça-feira a decisão que o Athletico-PR travará com o time argentino a partir desta quarta, às 21h30, na Arena da Baixada, em Curitiba, que abrigará o duelo de ida da final da Recopa Sul-Americana. E ao comentar sobre o que espera para esta partida, o meio-campista previu um belo espetáculo para os torcedores.

"Os dois times têm características parecidas, propõem o jogo e gostam de ter a bola. Outra característica que ambos têm é a de querer recuperar logo a bola quando a perdem. Estrategicamente será um jogo lindo de ver e analisar. Os dois times têm propostas mais ofensivas e esperamos conquistar um bom resultado em casa", afirmou o experiente jogador de 38 anos de idade, em entrevista coletiva concedida antes do treino que a equipe paranaense realizou nesta terça no CT do Caju.

Lucho González vestiu a camisa do River Plate entre 2003 e 2005 e depois voltou a atuar pela tradicional equipe do seu país em um período de 2015 a 2016, ano em que a deixou, em maio, quatro meses antes de ser contratado pelo Athletico-PR. Na sua segunda passagem pelo time argentino, ele conquistou o título da Libertadores há quatro anos. E agora o River voltará a jogar a decisão da Recopa Sul-Americana por ter sido campeão continental em 2018.

"É uma sensação especial, por ser a primeira vez que vou enfrentar o River. Esperando a partida com ansiedade, sabendo que é uma final. E com muita vontade de conquistar esse título", ressaltou Lucho, que foi o capitão do Athletico na conquista da Copa Sul-Americana do ano passado. Foi então o 26º troféu de sua trajetória profissional, na qual também defendeu Huracán, Porto, Olympique de Marselha e Al-Rayyan, do Catar.

"Final é sempre especial e pode ser mais um título para a minha carreira. Mas não penso individualmente. Sempre minha maneira de pensar foi pelo clube. Para mim, é importante ficarmos na história do Athletico", destacou o argentino.

REENCONTRO COM GALLARDO

Além de encarar o River pela primeira vez, Lucho González terá pela frente nesta decisão da Recopa o ex-companheiro de time e depois ex-técnico na equipe argentina, Marcelo Gallardo, que conduziu o clube de Buenos Aires aos seus dois últimos títulos da Libertadores.

"São coisas do futebol. Você nunca imagina ser companheiro de um jogador e, depois, ele virar seu próprio treinador. Todo mundo sabe o que ele significa para o River", exaltou Lucho, para depois elogiar o bom trabalho que vem sendo realizado por Tiago Nunes no Athletico. "O Tiago também tem suas próprias ideias, um treinador que vem tendo muito sucesso. Meu desejo é que possa continuar sua carreira com muito êxito, assim como o Gallardo", completou.

O duelo de volta da final da Recopa Sul-Americana será no próximo dia 30, às 21h30 (de Brasília), no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires. Antes de voltar a pegar o River, a equipe paranaense enfrentará o Flamengo, no domingo, às 16 horas, no Maracanã, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade