0

À procura de técnico, Athletico-PR visita Atlético-GO para deixar zona da degola

Equipe paranaense não vence há quatro partidas, mas conta com os retornos do goleiro Santos e do meia Nikão

17 out 2020
15h36
atualizado às 15h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pressionado por ter entrado na zona de rebaixamento após a derrota em casa para o Corinthians, por 1 a 0, na última quarta-feira, o Athletico-PR joga em Goiânia (GO) neste sábado contra o Atlético-GO, às 19 horas, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, pela 17ª rodada do Brasileirão.

O time paranaense não ganha há quatro jogos, com três derrotas, e está na 18ª colocação, com 15 pontos. A sequência negativa fez a diretoria voltar ao mercado em busca de um treinador. E a preferência é por um estrangeiro.

Enquanto os dirigentes não chegam a um nome de consenso, Eduardo Barros segue comandando o time de forma interina. E, para este jogo, ele vai ter o retorno de jogadores importantes. O goleiro Santos estava na seleção brasileira e o meia Nikão, recuperado de lesão, está à disposição depois de oito jogos. E pode pegar o lugar de Geuvânio.

Por outro lado, o lateral-esquerdo Márcio Azevedo e o meia Jorginho ficaram em Curitiba por questões físicas. Já o volante Erick recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Corinthians e cumpre suspensão automática. Léo Cittadini e Ravanelli brigam por uma vaga no meio-campo.

"Acreditamos que podemos ir lá, surpreender o Atlético e fazer uma grande partida, transformar as chances que a gente tem criado em gols e retomar o caminho das vitórias", disse Eduardo Barros, em tom de confiança.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade