4 eventos ao vivo

Victor evita falar de salários atrasados e cita bombeiros de Brumadinho

13 fev 2019
23h03
atualizado às 23h03
  • separator
  • comentários

O técnico Levir Culpi revelou, após a vitória sobre o Danúbio, por 3 a 2, nessa terça-feira, no Independência, que os atletas atleticanos estão com os salários atrasados. O goleiro Victor usou o exemplo dos bombeiros de Minas Gerais, que não receberam o 13º devido à crise financeira que o Estado vive e batalham por vidas na tragédia de Brumadinho para evitar falar sobre o tema.

"Somos profissionais. Eu não entro em campo pensando em dinheiro. Claro que a gente também depende disso aí, mas vou dar o exemplo dos bombeiros aqui em Minas, que salvaram vidas, buscando vítimas da tragédia e estão com os salários atrasados. Então, a gente tem que saber diferenciar as coisas. Sabemos das nossas obrigações e, independentemente disso, vamos entrar em campo para fazer o nosso melhor e defender as cores do Atlético", destacou.

Levir Culpi revelou a imprensa que os salários estão atrasados após ser questionado sobre Diego Tardelli. O técnico disse que qualquer treinador gostaria de contar com o jogador, no entanto, não faria a contratação agora pois é melhor deixar os salários em dia.

A comunicação do clube, após a informação do técnico, ficou sem alternativas e confirmou o atraso dos vencimentos que deveriam ser pagos no dia 5 de fevereiro e garantiu que até a sexta-feira será quitado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade