PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Favoritar Time

Rodrigo Caetano revela indefinição na zaga do Atlético-MG e comenta sobre Jemerson

Diretor executivo admitiu ter um planejamento especial para o setor defensivo

12 mai 2022 15h42
| atualizado às 16h16
ver comentários
Publicidade

Na manhã desta quinta-feira, 12 de maio, Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol do Atlético-MG, concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo. Dentre as pautas estavam a manutenção do trabalho do técnico Turco Mohamed, que passa por um momento de oscilação no clube, e o planejamento alvinegro quanto às contratações para essa e a próxima temporada.

Por falar em ida ao mercado, nos últimos dias, uma possível volta do zagueiro Jemerson, revelado pelo Galo, esteve em pauta. Questionado sobre o assunto, Rodrigo Caetano admitiu que o setor defensivo precisa de atenção, mas desconversou sobre um retorno imediato.

- Temos que estar atentos a esse setor da equipe. Mas não é para esse ano - frisou o executivo.

Essa incerteza, inclusive, se dá pelo fato de que Réver, Junior Alonso e Diego Godín só têm contrato até o fim desta temporada. Além disso, segundo o dirigente atleticano, a situação de Nathan Silva, zagueiro visado pelo futebol europeu, também foge do controle do clube.

- Temos hoje cinco zagueiros, sendo que não temos controle de como será a situação do Alonso, situação do Godín, que encerra, o Réver a gente controla, o Nathan é um jogador visto pelo mundo inteiro - declarou.

Até por isso, Caetano afirma que é preciso solucionar também o contrato de Igor Rabello, que desperta interesse de outros clubes. Para ele, só assim o Atlético-MG "terá paz" para dar sequência ao planejamento

- Se tiver algum movimento é pensando nos próximos anos. Não tenho definição sobre o Igor, temos interesse que ele permaneça. Até julho a gente vai ter que ter uma definição para projetar o segundo semestre e o próximo ano - finalizou.

Lance!
Publicidade
Publicidade