PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Após xingar o VAR, diretor do Atlético-MG cobra a CBF

Rodrigo Caetano reclamou pelo segundo jogo seguido das ações da arbitragem e do VAR

18 out 2021 03h52
| atualizado às 07h47
ver comentários
Publicidade

O diretor de futebol do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, fez mais críticas à arbitragem e ao trabalho do VAR após a derrota por 2 a 1 do time mineiro para o Atlético-GO, neste domingo 17 de outubro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Alvinegro reclamou de penalidade não marcada no duelo contra o Atlético-GO-(Foto: Pedro Souza / Atlético)
O Alvinegro reclamou de penalidade não marcada no duelo contra o Atlético-GO-(Foto: Pedro Souza / Atlético)
Foto: Lance!

Caetano questionou a decisão do árbitro Raphael Claus de não marcar um pênalti a favor do time mineiro aos 6 minutos do primeiro tempo, quando Nacho cruzou a bola e ela tocou no braço de Gabriel Baralhas Mesmo depois de consultar o VAR, Claus não viu nada de irregular mandou o jogo seguir.

O dirigente do Galo afirmou que os critérios não são os mesmos para o alvinegro e outras equipes. É a segunda reclamação seguida de Caetano e do Atlético contra a arbitragem. No jogo contra o Santos, o time mineiro questionou a não marcação de duas penalidades. Confira no vídeo o que disse Rodrigo Caetano.

Lance!
Publicidade
Publicidade