4 eventos ao vivo

"O árbitro ficou em campo até marcar o pênalti para o Cruzeiro", diz Presidente do Atlético

27 jan 2019
14h11
atualizado às 14h11
  • separator
  • 4
  • comentários

Após o clássico contra o Cruzeiro, que terminou no empate por 1 a 1, o Presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, não teve motivos para comemorar. Isso porque o árbitro do jogo teve atuação bastante confusa, algo que fez o mandatário atleticano questionar algumas situações.

"Foi uma tragédia anunciada. Arbitragem horrorosa, tendenciosa, nos prejudicou, marcou pênalti inexistente, o árbitro machucou, mas permaneceu em campo até marcar o pênalti para o Cruzeiro. Recebi mensagens até de fora do Brasil questionando isso. E não é uma questão só dos árbitros que estão escalados. Toda arbitragem mineira é questionada, eles se borram, estão com medo do Itair Machado, não estou entendendo o que está acontecendo", disse Sette Câmara.

Para o Presidente atleticano, a maneira de trabalhar do vice-presidente do Cruzeiro, Itair Machado, pode ser questionada e ele espera atitudes e punições.

"Essa semana ele fez um pronunciamento duro, disse que rompeu com a federação, querendo questionar a eleição do Adriano Aro (Presidente da Federação Mineira). Vimos aqui faixas estranhas, eu gostaria que a procuradoria do TJD apurasse, obviamente são faixas encomendadas", motivo pelo qual Sette Câmara explica o "medo" da arbitragem por Itair Machado.

"Estamos precisando de respostas efetivas para declarações desse diretor. Inclusive, no tocante a condenação do Fred e Cruzeiro, ele diz que tem corrupção, questiona as pessoas que participaram do julgamento. Não vimos punição. Aguardamos com sobriedade, tanto TJD, quanto STJD. Nós, do Clube Atlético Mineiro estamos de olho. Vamos procurar o Presidente (Adriano Aro), vamos procurar o Giuliano Bozzano (chefe da arbitragem) sobre a arbitragem de hoje. Esperamos que isso não volte a acontecer, que os jogos não seja apitados por medo, é isso que acontece aqui", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 4
  • comentários
publicidade