0

Levir defende esquema tático e reclama de erro da arbitragem

6 mar 2019
22h49
atualizado às 22h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com um futebol bastante previsível, afunilando jogadas, criatividade questionável e erros primários, o Atlético perdeu por 1 a 0 para o Cerro Porteño, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, em partida válida pela estreia das equipes na Copa Libertadores. O técnico Levir Culpi, no entanto, defende seu grupo e culpa a arbitragem pela derrota.

Em entrevista coletiva após a partida, o treinador ressaltou que o Galo foi melhor durante o jogo e o tento do Cerro foi ilegal.

"Foi primeiro jogo, o nosso time jogou muito melhor que o deles, esteve mais próximo da vitória que eles. Posso tirar o mérito que o gol foi ilegal. Acho que Libertadores é assim, não tem jogo fácil", ressaltou o treinador.

Vale ressaltar que o Cerro chegou a Belo Horizonte com uma proposta clara: se defender e, se der, buscar o ataque. E assim, embora com impedimento, o gol saiu em um contra-ataque.

"As melhores oportunidades foram do Atlético, não tivemos competência nas finalizações. Entramos agora na Libertadores, vai ter coisa mais difícil pela frente. Eu achei que o time jogou bem e o que foi ruim foi o resultado", acrescentou o treinador.

O Atlético tem utilizado o esquema com três volantes. Nesta quarta-feira, sem José Welison, suspenso, o Galo foi a campo com Adilson, Jair e Elias. O treinador defende seu esquema e ressalta a equipe organizada em campo.

"Fica melhor distribuído com dois volantes, o time teve equilíbrio da partida, o gol deles estava impedido, o jogo seria no mínimo zero a zero", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade