0

Dudamel vê Galo abalado emocionalmente, mas crê em virada na Sul-Americana

7 fev 2020
09h47
atualizado às 09h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Gazeta Esportiva

O Atlético-MG teve uma atuação terrível na estreia da Copa Sul-Americana e levou 3 a 0 do Unión Santa Fé, na Argentina. Agora, será obrigado a reverter esse placar para seguir na competição continental, missão bastante complicada, como reconhece o técnico Rafael Dudamel.

"Não vamos nos dar por vencido", disse o comandante venezuelano logo após o jogo. Dudamel reconheceu as falhas da equipe, principalmente a falta de força para reagir diante da adversidade do jogo.

"O resultado é forte e não vai permitir que se encontre algum detalhe para destacar. Certamente é pouco tempo de trabalho, mas a equipe levou um gol e sofreu um golpe emocional. Temos que seguir fortalecendo o caráter competitivo", completou.

Dudamel evitou citar erros individuais na entrevista coletiva após a partida. Porém, também não quis esconder os problemas. Avisou que irá conversar com o elenco para corrigir as falhas. "Dos erros, vou falar com os jogadores. O que posso dizer é que não fizemos uma partida correta, com a intensidade necessária para um compromisso internacional", analisou.

Capitão do Atlético-MG, o zagueiro Réver lamentou os equívocos que fizeram o Galo sofrer um placar tão elástico fora de casa. O atleta observou um time com altos e baixos durante o compromisso na Argentina.

"Encontramos um jogo muito duro. O golpe do primeiro gol foi muito forte, no início do jogo, em que você está reconhecendo a proposta do adversário. Chegamos a crescer e dominar, mas sofremos o segundo gol. No segundo tempo tentamos voltar focados nos detalhes que nos fizeram levar os gols, mas em novo erro sofremos outro gol, o que dificultou. Agora, como o professor Dudamel falou, vamos fazer de tudo pela classificação", comentou o defensor.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade