PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Cuca é apresentado no Galo e fala em "caso superado" sobre polêmica na Suíça

16 mar 2021 17h30
| atualizado às 17h30
ver comentários
Publicidade

O técnico Cuca foi apresentado oficialmente como novo comandante do Atlético Mineiro na tarde desta terça-feira, por Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Galo. O ídolo atleticano Victor e também o presidente Sérgio Coelho estiveram presentes na coletiva. Para o comandante, o apoio de tantas pessoas importantes no Galo serve para enterrar de vez a polêmica envolvendo uma condenação que sofreu na Suíça em 1987.

Quando ainda era jogador, Cuca e outros três companheiros foram acusados de violência sexual durante uma excursão do Grêmio. Agora, o assunto criou uma grande polêmica e parte da torcida do Galo rejeitou a chegada do comandante. "Em 2020 ninguém tinha me perguntado. Em 2021 houve o questionamento. O mundo é diferente. Trabalhei aqui em 2010, 2011, 2012 e 2013 e nunca foi questionado. Não devo nada e, para mim, é assunto superado", avisou.

O ex-treinador santista foi apresentado ao elenco profissional pela manhã e já comandou seu primeira trabalho coletivo com os atletas. Essa é a segunda passagem de Cuca pelo comando do Galo. A primeira vez foi marcada pelo título inédito na Libertadores, em 2013.

O novo comandante agradeceu a confiança da diretoria em seu trabalho e destacou sua felicidade com a volta à Cidade do Galo. "Era uma grande vontade voltar a treinar o Galo depois de sete, oito anos. Mas eu sei da responsabilidade que tenho aqui", antecipou Cuca.

"Nós temos um elenco recheado com muitos bons jogadores. O desafio é extrair o máximo de cada um deles, não deixando os que fiquem fora não estarem mobilizados. Porque nós vamos disputar 76, 77 partidas. A gente tem um jogo a cada três dias. Existe lesão, suspensão, mau momento… então no final você acaba usando todos", destacou o novo treinador.

Ver essa foto no Instagram

Campeonato Mineiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade