1 evento ao vivo
Logo do Atlético-MG
Foto: Divulgação

Atlético-MG

Atlético-MG

Corinthians bate Atlético e faz melhor 1º turno da história

Daniel Teobaldo / Futura Press
2 ago 2017
23h03
atualizado em 3/8/2017 às 01h11
  • separator
  • comentários

O Corinthians teve uma grande atuação na noite desta quarta-feira e conseguiu uma justa vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, sua primeira desde a reforma do estádio do Mineirão, e alcançou a melhor pontuação de um primeiro turno na história dos pontos corridos com 20 clubes na Série A. O time paulista abriu o placar com Jô, no primeiro tempo, cumprindo a promessa de não comemorar caso balançasse a rede do ex-clube, e fechou o triunfo com Rodriguinho.

Com o resultado, o Corinthians, que já havia conquistado o título do primeiro turno antecipadamente depois da última rodada, fica com 44 pontos. As melhores campanhas até hoje de clubes no primeiro turno são do Cruzeiro, em 2014, e do Atlético-MG, em 2012, anos em que ambos chegaram aos 43 pontos após a 19ª rodada. Para ser o time de um melhor turno em todos os tempos (incluindo primeiro e segundo), basta um empate no próximo sábado. O detentor do recorde até o momento era o rival Palmeiras, que fez os mesmos 44 no segundo turno do ano passado.

Carille segue em campanha impressionante à frente do Corinthians
Carille segue em campanha impressionante à frente do Corinthians
Foto: André Yanckous/Agif / Gazeta Press

Antes de decidir se será o recordista de forma isolada, o Corinthians agora espera o resultado entre Grêmio e Atlético-GO para saber qual será sua vantagem na liderança. O Atlético-MG, por sua vez, está com 23 pontos, no meio da tabela.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente a equipe do Sport, às 19h (de Brasília) do sábado, no estádio de Itaquera, encerrando a primeira metade da competição. Já Rogério Micale e sua trupe terão pela frente o Grêmio, no domingo, às 16h (de Brasília), na arena dos gaúchos.

Jô mais uma vez foi às redes e é um dos artilheiros do Brasileiro
Jô mais uma vez foi às redes e é um dos artilheiros do Brasileiro
Foto: Cristiane Mattos / Futura Press

Jogo disputado, Jô inspirado

O primeiro tempo da partida mostrou um Atlético-MG com bastante vitalidade para diminuir todos os espaços do Corinthians, que não teve facilidade para sair da pressão do adversário. Por outro lado, sem a qualidade técnica de nomes como Otero e Robinho, os donos da casa sofreram para conseguir vencer o bloqueio imposto pelos visitantes, quase sempre em cima do lance.

A única vez em que os atleticanos conseguiram vencer essa barreira na etapa inicial se deu aos 26 minutos, quando Marcos Rocha pegou sobra de escanteio, na intermediária, e descolou belo lançamento para o equatoriano Cazares. Esquecido pela marcação, ele recebeu nas costas de Giovanni Augusto e Arana, dominou e chutou forte, mas mandou na rede pelo lado de fora.

Rafael Moura parou na retranca corintiana
Rafael Moura parou na retranca corintiana
Foto: Daniel Teobaldo / Futura Press

Seguro, o Corinthians contou com a inspiração dos seus melhores jogadores para sair na frente. Em boa jornada, Rodriguinho tabelou bem com Fagner e deixou o lateral em boa condição para avançar, chegar à lateral da área e cruzar para trás. Maycon dominou e chutou, a zaga travou, e a bola ficou para Jô. De direita, o centroavante tocou por baixo de Victor e abriu o placar, aos 31 minutos.

O tento sofrido fez com que os anfitriões adiantassem mais as suas linhas e buscassem travar a saída com Fagner, maior trunfo corintiano. Mais uma vez, porém, a armação de jogadas ficou muito dependente de Cazares, sempre bem marcado, sem conseguir achar espaços para criar lances de gol antes do intervalo.

Corintianos comemoram gol marcado por Jô, que abriu o placar
Corintianos comemoram gol marcado por Jô, que abriu o placar
Foto: Cristiane Mattos / Futura Press

Corinthians controla e Rodriguinho define

A etapa final começou com Otero no lugar de Pablo, bastante voluntarioso, mas que pouco estava ajudando ofensivamente. Logo em seu primeiro lance, o venezuelano arriscou chute por cima do gol de Cássio. Pouco depois, cruzou a bola na área, Pedro Henrique cortou mal e a bola ficou com Cazares, cara a cara com o goleiro corintiano. O meia, porém, demorou a definir e foi desarmado pelo arqueiro.

A resposta dos visitantes foi em grande estilo. Na primeira escapada que conseguiu na etapa final, Fagner lançou Jô, que devolveu de cabeça para Rodriguinho. O meia deu continuidade para Fagner, que chegou à linha de fundo e devolveu para ele. De primeira, Rodriguinho bateu e exigiu boa defesa de Victor. No rebote, Clayson ajeitou para Maycon, na marca do pênalti, mandar para fora.

Cazares não achou espaço e foi facilmente neutralizado pela defesa corintiana
Cazares não achou espaço e foi facilmente neutralizado pela defesa corintiana
Foto: Denis Dias / Gazeta Press

Precisando do resultado, Micale mandou a campo Robinho na vaga de Elias, procurando dar mais mobilidade ao seu ataque, além de Adilson na vaga de Blanco, ganhando força física na marcação. A oportunidade surgiu, porém, na mesma receita usada até então. Em lançamento de Fábio Santos, Robinho aproveitou falha de Arana e dominou livre na área. Com espaço, chutou cruzado, mas mandou para fora.

O jogo ficou vivo, com o contra-ataque oferecido ao Timão e o Galo ficando com a posse da bola. Bastou uma escapada com capricho do Corinthians para chegar ao segundo gol. Clayson ganhou de Leonardo Silva após lançamento e parou em Victor. A bola voltou para Camacho, que tocou para Maycon. O canhoto achou Clayson na área, que deu de primeira para Rodriguinho. Com calma, o meia deixou Leonardo Silva no chão e tocou no contrapé do goleiro para marcar.

Cássio foi mais uma vez importante com difíceis defesas
Cássio foi mais uma vez importante com difíceis defesas
Foto: Denis Dias / Gazeta Press
Fábio Santos não teve um bom reencontro com sua ex-equipe
Fábio Santos não teve um bom reencontro com sua ex-equipe
Foto: Pedro Vale/Agência Eleven / Gazeta Press

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 2 de agosto de 2017, quarta-feira

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Cartões amarelos: Leonardo Silva, Marcos Rocha e Otero (Atlético-MG); Giovanni Augusto (Corinthians)

Gols:

CORINTHIANS: Jô, aos 31 minutos do primeiro tempo, e Rodriguinho, aos 37 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias (Robinho), Gustavo Blanco (Adilson) e Cazares; Pablo (Otero) e Rafael Moura

Técnico: Rogério Micale

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Giovanni Augusto (Camacho), Rodriguinho (Fellipe Bastos) e Clayson; Jô (Kazim)

Técnico: Fábio Carille

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade