0

Carlos Desio, auxiliar do Atlético-MG, testa positivo para covid-19 e amplia lista de infectados

17 nov 2020
13h36
atualizado às 13h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Atlético-MG, assim como muitos outros clubes brasileiros, enfrenta um surto de covid-19 entre profissionais do clube. Nesta terça-feira, o auxiliar Carlos Desio, da equipe de transição, testou positivo para a doença. A informação foi divulgada pelo site Globoesporte.com.

Esse foi o 15º caso confirmado da doença no Galo em 2020, que começou com o meia Cazares, ainda no mês de maio.

Desio é integrante da comissão técnica de Jorge Sampaoli e irmão de Jorge Desio, principal auxiliar do treinador. A função do argentino é fazer o elo entre a equipe de transição e a principal.

Todos os sete membros de sua comissão de Sampaoli também testaram positivo para covid-19. São eles: Gabriel Andreata (gerente de futebol), Jorge Desio (auxiliar técnico), Pablo Fernandez (preparador físico), Marcos Fernandez (auxiliar de preparação física), Domênico Bhering (diretor de Comunicação), Frederico Fortes (analista de desempenho) e Danilo Minutti (treinador de goleiros).

Além deles, o zagueiro Gabriel também foi diagnosticado com a doença.

O clube ressalta que os contaminados estão "assintomáticos ou com sintomas leves e já se encontram devidamente isolados". Os exames foram realizados nesta segunda-feira como parte dos protocolos de segurança do time mineiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade