0

Argentina transfere jogo decisivo das eliminatórias contra Peru para La Bombonera

14 set 2017
11h34
  • separator
  • comentários

A Argentina disputará a partida das eliminatórias da Copa do Mundo do mês que vem contra o Peru no estádio La Bombonera, do Boca Juniors, em uma tentativa de obter vantagem pela pressão da torcida no confronto crucial para o time de Lionel Messi.

Estádio La Bombonera, em Buenos Aires 18/07/2015 REUTERS/Marcos Brindicci
Estádio La Bombonera, em Buenos Aires 18/07/2015 REUTERS/Marcos Brindicci
Foto: Reuters

Com dois jogos pela frente, a Argentina é a quinta na tabela classificatória sul-americana para o Mundial da Rússia de 2018, e enfrenta os peruanos, uma posição à sua frente pelo saldo de gols, em 5 de outubro.

As quatro melhores seleções se classificam automaticamente, e a quinta disputará uma repescagem de ida e volta com a Nova Zelândia.

Os argentinos jogam a maioria de suas partidas em casa no estádio Monumental de Núñez, também em Buenos Aires, mas sede do River Plate, arquirrival do Boca.

Mas o novo técnico Jorge Sampaoli queria que o jogo acontecesse na Bombonera, que é menor e onde a torcida fica mais perto do campo, para dar um incentivo ao seu time na partida.

A Argentina foi vice-campeã da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, mas não tem se saído bem nas eliminatórias para o Mundial da Rússia -- empatou recentemente em casa com a Venezuela, a lanterna do grupo de 10 times.

Segundo reportagens, o Peru pediu que a Fifa não permitisse que o jogo fosse transferido para a Bombonera, alegando que o time da casa não poderá garantir a segurança dos jogadores.

Em 2015, jogadores do River Plate foram atacados com spray de pimenta durante uma partida da Copa Libertadores no estádio, o que levou à expulsão do Boca do torneio e a uma proibição de jogos do time no local.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade