0

Após fracasso na Copa, Sampaoli aceita proposta do Santos

Argentino deve assinar o contrato neste final de semana

14 dez 2018
12h57
  • separator
  • comentários

O Santos anunciou nesta quinta-feira (13) que entrou em um acordo com o técnico Jorge Sampaoli para o argentino ser o novo comandante do clube brasileiro em 2019. O contrato deverá ser assinado no final de semana.

Após fracasso na Copa, Sampaoli aceita proposta do Santos
Após fracasso na Copa, Sampaoli aceita proposta do Santos
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

De acordo com a diretoria santista, Sampaoli já aceitou a proposta e restam somente os últimos detalhes para que o argentino seja confirmado no banco de reservas do clube no próximo ano.

"Santos e Jorge Sampaoli têm um aceite assinado na proposta para que o argentino seja o treinador da equipe em 2019. Os últimos detalhes e a assinatura do contrato devem ser finalizados em encontros presenciais neste final de semana", escreveu o clube.

Os membros da comissão técnica do argentino revelaram que o projeto do Santos atraiu Sampaoli, que também estava sendo sondado pelo Atlanta United, dos Estados Unidos. Essa será a primeira experiência do treinador de 58 anos no futebol brasileiro.

Sampaoli estava desempregado desde julho, quando foi demitido da Argentina após a fraca campanha na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Anteriormente, o comandante teve passagens de muito sucesso pela seleção chilena e Universidad de Chile.

Antes de acertar com Sampaoli, o Santos procurou os técnicos Abel Braga e Ariel Holan, do Independiente.

Italiano no Santos

Além de Sampaoli, segundo a imprensa brasileira, outro estrangeiro está na mira do Santos, o atacante italiano Giuseppe Rossi. Ex-jogador do Genoa, Fiorentina e Manchester United, o atacante de 31 anos está sem clube e tem seu nome em uma lista de reforços elaborada pelo presidente do Santos, José Carlos Péres.

O italiano tem boa relação com o ex-meia Renato, que conheceu Rossi durante sua passagem pelo futebol espanhol. No entanto, o Santos espera a chegada de Sampaoli para decidir ser prosseguirá investindo no experiente atacante.

Rossi foi tido no início dos anos 2000 como uma das maiores promessas do futebol italiano e viveu o seu auge da carreira em sua passagem pelo Villarreal, entre 2007 e 2013. No entanto, o atacante entrou em declínio pelas recorrentes lesões no joelho.

Além disso, em setembro, o jogador foi flagrado em um exame antidoping. O resultado confirmou a presença da dorzolamida, um medicamento utilizado no tratamento de glaucoma. No entanto, Rossi foi absolvido em um julgamento.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade