PUBLICIDADE
Logo do

América-MG

Meu time

Boa partida do América-MG diante do Palmeiras não 'esconde' falhas do time em momentos decisivos

O Coelho perdeu o terceiro pênalti em duelos importantes que lhe custaram pontos e até uma classificação na Copa do Brasil

20 jun 2021 14h08
ver comentários
Publicidade

A derrota do América-MG para o Palmeiras de virada, 2 a 1 a favor do Verdão, expôs uma grande fragilidade do Coelho em 2021: saber decidir nos momentos chave dos jogos. O time mineiro fez um bom jogo diante do time paulista, saiu na frente, mas não conseguiu evitar a derrota na parte final do duelo.

O Coelho tem falhado na "Hora H" em diversos jogos, lhe causando prejuízos na temporada-(Estevão Germano/América-MG)
O Coelho tem falhado na "Hora H" em diversos jogos, lhe causando prejuízos na temporada-(Estevão Germano/América-MG)
Foto: Lance!

E, o revés aconteceu pelo time americano não "matar" a partida quando tem chance e ainda errar frequentemente na defesa quando é pressionado. Vagner Mancini, novo treinador do América, terá de lidar com essa dificuldade da equipe se manter estável emocionalmente nos momentos decisivos.

Diante do Palmeiras, o Coelho saiu na frente com Geovane. E, ainda na primeira etapa, teve um pênalti a seu favor, que contou com o auxílio do VAR para ser confirmado. Ademir foi para a cobrança e perdeu.

O atacante virou o batedor oficial após Rodolfo desperdiçar penalidades na final do Mineiro, contra o Atlético-MG, e diante do Criciúma, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. E, na "Hora H", houve nova falha, que custou caro ao Coelho.

Outros erros frequentes da equipe americana são defensivos. O Coelho levou o gol da virada do Palmeiras após uma falha da defesa americana na saída de bola, propiciando a roubada de bola pelo Verdão, que armou o contra-ataque, culminando no gol de Willian, seu segundo na partida.

Os equívocos americanos custaram um título estadual, que não vence há cinco anos, uma classificação na Copa do Brasil às oitavas de final e um ponto precioso contra um dos candidatos ao título. Se quiser permanecer na Série A em 2022, o América terá de mudar sua postura na hora de decidir os jogos a seu favor. Vagner Mancini terá muito trabalho pela frente.

Lance!
Publicidade
Publicidade