0

América vence o Tupynambás e segue na cola do Galo

9 mar 2019
23h19
atualizado às 23h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O América venceu o Tupynambás, por 2 a 0, na noite deste sábado, em duelo disputado no Independência, partida válida pelo Campeonato Mineiro.

Com o resultado, o Coelho segue na vice-liderança do Campeonato Mineiro, com 21 pontos somados, um a menos que o Galo. O Tupynambás é o segundo melhor time do interior, segue na quinta colocação, com 11 tentos.

O América se prepara agora para enfrentar o Atlético, no próximo domingo, às 16 (de Brasília), no Mineirão. O Tupynambás vai até o Ronaldão enfrentar a Caldense, no mesmo dia, às 11h.

Primeiro tempo

O América iniciou a partida trocando passes. A equipe trabalhava melhor a bola e busca espaços. O Tupynambás, jogando fora de casa, evidentemente não iria se expor com facilidade. Mas aos poucos, o Coelho foi chegando, criando chances.

Não demorou até abrir o marcador. Aos 9 minutos, Matheusinho fez boa jogada pela direita, driblou e cruzou na medida para Júnior Viçosa. O atacante finalizou e saiu para comemorar o tento.

Quando o relógio do árbitro chegou aos 13 minutos, o Tupynambás ainda trabalhava em torno de sonhar com a primeira oportunidade em campo. O América, por sua vez, continuava melhor em campo, atacando e chegando com perigo.

Aos 21, o Tupynambás ameaçou a meta alviverde. Em jogada pela esquerda, Jussani tentou tirar o perigo, mas mandou contra a própria meta e, por pouco, não fez gol contra.

Aos 35 o América respondeu. O volante Juninho apareceu como elemento surpresa e fez o cruzamento na cabeça de Viçosa. Ele consegue o desvio, tenta encontrar o ângulo, mas manda por cima.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, o Tupynambás voltou empenhado em conseguir, ao menos, o empate. Logo no primeiro minuto, Ademilson chutou e Fernando Leal fez boa defesa.

O América voltou a atacar após os 10 minutos. Em boa jogada na direita, Felipe Azevedo recebeu a bola, limpou o lance e chutou, mas o goleiro Renan conseguiu defender.

O Coelho seguiu superior em campo. A equipe conseguia maior qualidade no meio campo e, assim, pressionava mais o clube de Juiz de Fora.

Aos 45, o Coelho ampliou. Em bela cobrança de falta, Matheusinho colocou a bola no ângulo esquerdo de Renan e deu números finais ao confronto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade