0
Logo do América-MG
Foto: Divulgação

América-MG

América reclama da arbitragem e Donizete fala de "faltinhas diferentes"

13 jun 2018
18h42
atualizado às 18h42
  • separator
  • comentários

Quando o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior (PR) apitou o fim do jogo entre América e Chapecoense, na tarde desta quarta-feira, no Independência, pela 12º rodada do Campeonato Brasileiro, precisou se preocupar com a reclamação dos americanos. Assim que o duelo chegou ao fim, os jogadores cercaram o juiz e criticaram bastante seu trabalho. Até o técnico Enderson Moreira foi até o meio do campo e gritou bastante. O volante Leandro Donizete explicou a situação, mas não deixou de citar os gols perdidos de sua equipe.

"Não teve grande lance duvidoso. A gente perdeu vários gols, três ou quatro ali. Reclamamos das faltinhas diferentes que dá. Isso vai atrapalhando. Mas isso não foi só hoje, tem vários jogos. Tem que deixar para diretoria brigar por isso, nosso trabalho é brigar em campo. São 14 pontos, poderia ser melhor, mas agora é descansar na pausa da Copa", destacou.

Um dos nomes fortes da diretoria do América, Marcus Salum, também criticou muito a arbitragem e citou o lance do zagueiro Messias, amarelado após uma falta clara.

"Arbitragem irritou todo mundo. A Chapecoense caiu o tempo todo em campo. No segundo tempo, irritou muito todos. Eles caiam e ele dava falta. Ele deu uma falta do Messias que qualquer um viu que não foi", destacou em entrevista a Rádio Itatiaia.

O resultado deixou o América na 12ª colocação, com 14 pontos conquistados.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade