0

Wall Street se recupera após liquidação motivada por vírus

26 fev 2020
12h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Os principais índices acionários de Wall Street subiam cerca de 1% nesta quarta-feira, após sofrerem a pior queda percentual num período de quatro dias em mais de um ano devido ao receio em relação aos danos econômicos causados pela disseminação global do coronavírus.

Operadores na Bolsa de Valores de Nova York, EUA 
26/02/2020
REUTERS/Lucas Jackson
Operadores na Bolsa de Valores de Nova York, EUA 26/02/2020 REUTERS/Lucas Jackson
Foto: Reuters

Os investidores estavam cautelosos após os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA pedirem aos norte-americanos que se preparem para a propagação do vírus nos Estados Unidos. O presidente norte-americano, Donald Trump, disse que realizará uma coletiva de imprensa sobre o coronavírus nesta quarta.

Até esta sessão, o número de mortos na Itália havia ultrapassado 19 e novos casos na Coreia do Sul foram acima de 1.260, enquanto a Grécia e o Brasil registraram seus primeiros casos do vírus.

"Não está claro se isso será resolvido em semanas, meses ou mais", disse Chester Spatt, professor de Finanças da Carnegie Mellon University. "Existe potencial de choque para os lados da oferta e demanda da economia. A magnitude do choque é incerta no momento."

Às 12:37 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 1,37%, a 27.453 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 1,331752%, a 3.170 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 1,6%, a 9.109 pontos.

Veja também:

Bolsas continuam a cair
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade