3 eventos ao vivo

Faturamento de MPEs paulistas tem queda recorde em fevereiro

Vendas das micro e pequenas empresas caíram 18%, segundo pesquisa do Sebrae

7 mai 2015
13h00
atualizado às 13h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As micro e pequenas empresas do estado do São Paulo tiveram, em fevereiro, a maior queda de faturamento desde o início da pesquisa mensal Indicadores Sebrae/SP, em 1998. Ao longo do mês, o setor registrou perda de 18% (já descontada a inflação) em comparação com o mesmo período de 2014.

Blog: Fluxo de caixa – o que é e para que serve?

O resultado ruim está associado, segundo o Sebrae, à demanda desaquecida por causa da confiança em baixa, do aumento do desemprego, da queda do rendimento dos trabalhadores, da inflação mais alta e dos efeitos de curto prazo das medidas de ajuste da economia. O setor que registrou a diminuição mais acentuada foi o de comércio (19,1%), seguido por serviços (18%) e indústria (15,2%).

Perda real das micro e pequenas paulistas chegou a 18% em relação ao mesmo mês de 2014
Perda real das micro e pequenas paulistas chegou a 18% em relação ao mesmo mês de 2014
Foto: Lisa F. Young / Shutterstock

O maior tombo ocorreu no Grande ABC (23,8%). Já as pequenas e médias empresas da capital apresentaram retração de 22,9%, enquanto na região metropolitana as perdas chegaram a 19,9%. No interior, a diminuição de faturamento ficou em 16%.

 

Veja também:

Trump x Biden: por que a eleição presidencial nos EUA é tão importante para o combate global às mudanças climáticas?
Fonte: PrimaPagina
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade