PUBLICIDADE

Plataformas ajudam pequenos empresários a criarem e-commerce

Serviços como VitrinaPRO e Sisplat auxiliam empreendedores a vender na internet de forma fácil, rápida e lucrativa

6 jun 2014 08h00
| atualizado em 4/11/2014 às 12h45
ver comentários
Publicidade
Plataformas ajudam micro e pequenos empresários a entrarem de maneira fácil e barata no bilionário mercado de compras de bens e serviços pela internet. Em 2013, o chamado e-commerce movimentou R$ 28,8 bilhões
Plataformas ajudam micro e pequenos empresários a entrarem de maneira fácil e barata no bilionário mercado de compras de bens e serviços pela internet. Em 2013, o chamado e-commerce movimentou R$ 28,8 bilhões
Foto: Shutterstock

Imagine pagar pouco e instalar o seu pequeno negócio em um local acessível a milhões de potenciais consumidores? Este lugar existe e se chama internet, à qual estão conectados mais de 100 milhões de brasileiros, segundo dados do Ibope. E não se engane: participar deste mercado gigante é mais fácil e barato do que você imagina. Para tornar a tarefa ainda mais simples, diferentes plataformas oferecem várias ferramentas para o empreendedor que quer se aventurar no mundo virtual.

“Com o VitrinaPRO, entre fazer o cadastro, subir a imagem do logo e colocar os produtos, os usuários da nossa plataforma conseguem criar um site em cerca de 25 minutos”, conta Saulo Marti, CEO e cofundador do Vitrina, empresa que desenvolve o aplicativo. 

Na verdade, já existem várias outras plataformas para criação e manutenção de site a preços módicos. O passo adiante do VitrinaPRO é que o usuário também recebe um aplicativo para que usuários de smartphones possam comprar seus produtos com celulares conectados à internet. Nos pacotes que a empresa vende, pode-se optar entre um site e um aplicativo para o sistema Android, um site e aplicativos para os sistemas Android e iOS – da Apple – ou mesmo apenas os aplicativos para smartphones.

“O orçamento mais barato para se criar um aplicativo mobile é de R$ 9 mil”, afirma Marti. Em compensação, o pacote mais caro do VitrinaPRO – com site e aplicativos para os dois sistemas – sai por meros R$ 69,30 por mês, e inclui manutenção e até mesmo técnicas para posicionar melhor a loja virtual em buscadores como o Google. 

Marti diz que um dos objetivos do VitrinaPRO é democratizar o acesso ao e-commerce, que tem crescido mais de 20% ao ano e que, em 2013, movimentou R$ 28,8 bilhões, segundo dados da consultoria E-bit. Já o faturamento dos micro, pequenos e médios negócios, segundo Marti, é em torno de 10 vezes mais do que o comércio virtual: “Queremos trazer uma fatia disso para o e-commerce”.

Venda de serviços

Se o VitrinePRO é voltado para a venda de produtos, o Sisplat é uma plataforma com foco nos serviços. Neste caso, as oportunidades para os pequenos empresários aparecem em diversas frentes. 

Como explica João Ramos, CEO da Sisplat, os usuários do site se dividem em três grupos. Os ofertantes são aqueles que têm algum serviço para oferecer – e a plataforma trabalha com coisas tão diferentes quanto restaurantes e peças de teatro. Já os captadores são aqueles que buscam prestadores de serviços para lhes oferecer espaço na plataforma para se promoverem, e ganham a cada vez que uma oferta por ele captada é comprada por alguém. Os comunicadores, por sua vez, são aqueles que conseguem atrair consumidores para as ofertas, e ganham também com a venda de serviços – o apresentador Ratinho, por exemplo, tem uma página no sistema.

Para se ter uma ideia do potencial da ferramenta para os pequenos empresários, basta dizer que a plataforma hoje conta com 8 milhões de pessoas inscritas. Diariamente, elas procuram por alguma das cerca de 1.170 ofertas ativas que são oferecidas por mês em algum dos mais de 60 sites inscritos. 

É esta multidão de potenciais consumidores que está ao alcance tanto daqueles que têm serviços a serem ofertados quanto dos captadores de ofertas, as duas maneiras que os pequenos têm de ganhar com o Sisplat. Como explica Ramos, “a grande oportunidade está justamente em começar pequeno, mas num grande site”.

Além do suporte técnico aos captadores e comunicadores que criam sites, o Sisplat também oferece garantias aos consumidores. “Fazemos uma qualificação das ofertas, checamos os fornecedores, vemos se eles têm queixas em sites como o Reclame Aqui”, afirma Ramos.

Fonte: PrimaPagina
Publicidade
Publicidade