PUBLICIDADE

Dia do Amigo: 5 histórias de empreendedorismo, amizade e sociedade

Conheça histórias de amigos que passaram a dividir os desafios e alegrias da vida de empreendedor

20 jul 2021 11h55
ver comentários
Publicidade
Os sócios Raphael Mattos e Pedro Machado
Os sócios Raphael Mattos e Pedro Machado
Foto: Divulgação_PremiaPão / Finanças e Empreendedorismo

O dia 20 de julho possui um "quê" especial, já que é nessa data que se comemora o Dia do Amigo e o Dia Internacional da Amizade. Existem pessoas, porém, que levam a amizade para um outro nível: para o status de sociedade.

Segundo relatório sobre empreendedorismo, feito pela MindMiners e encomendado pelo PayPal, entre os empresários que têm sócios, 29% são amigos, ficando atrás apenas das sociedades entre familiares. Ou seja, contrariando o ditado popular "amigos amigos, negócios à parte", são inúmeros os casos de amigos que decidiram partilhar mais esta etapa da vida em busca do tão sonhado negócio próprio. 

Abaixo, separamos cinco histórias de amigos que uniram a amizade aos negócios e vêm alcançando excelentes resultados. 

1) Elbio Valente e  Everaldo Brame

Elbio Valente e  Everaldo Brame Crédito: Divulgação_Park Education
Elbio Valente e Everaldo Brame Crédito: Divulgação_Park Education
Foto: Finanças e Empreendedorismo

Elbio Valente e  Everaldo Brame, amigos há quase 20 anos, estão para inaugurar uma unidade da rede especializada em idiomas e cursos livres, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. "Eu tive vontade de empreender, gostei do projeto da franquia e, conversando com o Everaldo, resolvemos ser sócios", explica Valente, que completa, "empreender com o amigo é ter certeza que você se dá muito bem com ele para evitar desentendimentos, rompimentos que envolve até a rede de amizade em comum. Normalmente, com amigos próximos e de longa data já é possível saber se daria certo ou não por já terem passado por muitas situações juntos, ou até por saber como ele lida com as adversidades".

2) Raphael Mattos e Pedro Machado

Amigos desde o colégio, Raphael Mattos e Pedro Machado criaram em 2015 uma rede de franquias de anúncios em sacos de pão. "O dia a dia é mais prazeroso e o trabalho mais leve. No nosso início, por exemplo, a gente tinha que se automotivar todos os dias, precisávamos sair para rua e vender para as empresas nossa solução. Recebíamos muito não, então, levávamos muito para o lado do humor", conta Mattos. Mas vale o alerta: "No começo é otimismo, mas na prática é outra coisa e é preciso o respeito, ética e separar bem os papéis de amizade e profissional. Os contratos devem ser bem feitos e é aí que muita gente se engana", alerta o empreendedor. 

3) Mauricéa de Sant'anna e Elisabete Correia

Mauricéa de Sant'anna e Elisabete Correia Crédito: Divulgação_Home Angels
Mauricéa de Sant'anna e Elisabete Correia Crédito: Divulgação_Home Angels
Foto: Finanças e Empreendedorismo

Com uma amizade de longa data, Mauricéa de Sant'anna e Elisabete Correia decidiram investir em uma rede de cuidadores. "Foi a  Elisabete quem teve a ideia, já que é professora de cuidadores de idosos. Eu sou muito ligada ao idoso, pois tenho avó com 103 anos, pai com 93 anos e mãe com 83 anos. Resolvemos unir nossa experiência e nos lançar a este desafio, associando-nos a uma empresa consolidada e cujo trabalho é de excelência", conta Mauricéa, que ainda deixa uma mensagem aos empreendedores. "Um dos elementos-chave para o triunfo de qualquer negócio em sociedade é a boa amizade acima de tudo. Quando estão presentes a confiança, o respeito e amor, associado a perseverança, as chances de sucesso são enormes", conclui.

4) Luiz Souza e Vinícius Matos

O baiano Luiz Souza estava insatisfeito com a carreira quando decidiu, em 2018, viajar para Salvador e conhecer melhor a empresa de um amigo, Fritz Paixão, CEO de uma franquia de limpeza e blindagem de estofados. "Eu era diretor comercial de uma grande empresa, mas sentia que me dedicava ao propósito de outras pessoas e não aos meus", conta. Mas, para investir no negócio, precisava de um sócio e convidou um de seus melhores amigos, Vinícius Matos, para realizar o sonho. "Além de ser da minha confiança, ele não estava trabalhando na época, aguardava ser chamado em um concurso e eu queria ajudá-lo. A franquia deu tão certo que ele desistiu do cargo público e estamos juntos até hoje", conta.

5) Benny Kessel e  André Levy

Benny Kessel e André Levy Crédito: Divulgação_Sestini
Benny Kessel e André Levy Crédito: Divulgação_Sestini
Foto: Finanças e Empreendedorismo

Benny Kessel e  André Levy são sócios de duas lojas de uma rede especializada em malas e acessórios de viagem, na cidade do Rio de Janeiro. Os empresários são amigos desde os dois anos de idade e brincavam juntos. "Crescemos unidos e nossa relação só melhora ao longo dos anos, tanto que viramos parceiros nos negócios. Estamos bem felizes com a inauguração de mais uma loja e não pretendemos parar por aqui. Nossa intenção é abrir mais unidades na capital carioca, pois entendemos que há bastante espaço neste segmento", afirma Kessel.

Com informações de: Markable Comunicação

Finanças e Empreendedorismo
Publicidade
Publicidade