1 evento ao vivo

Vídeos na Internet: Dicas para ser Assertivo e Persuasivo

Os vídeos na internet são recursos eficazes para propagar ideias e divulgar marcas, produtos e serviços. Mas, precisam ser persuasivos.

22 out 2018
10h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Speakers!

É inegável a enorme relevância que as redes sociais têm, hoje, na vida das pessoas, certo? Para estarem em dia com as exigências do mercado, as empresas e marcas de todos os setores precisaram se reinventar e buscar novas formas de comunicação com o público externo, com a equipe de trabalho e investidores.

Os vídeos na internet passaram a ser opções interessantes e eficazes para propagar ideias e divulgar marcas, produtos e serviços. No entanto, para que sejam persuasivos e interessantes – e, assim, que alcancem um número expressivo de pessoas –, há uma série de técnicas que devem ser seguidas.

No post de hoje, vou falar um pouco mais sobre essas técnicas, com dicas para ser mais assertivo e persuasivo no mundo digital. Vamos lá?

Falar bem em público é sinônimo de produzir bons vídeos para web?

Não, Speakers. Muitas pessoas, por já terem experiência em palestras ou outros tipos de situações de exposição de fala, pensam que estão 100% preparadas para produzir e publicar vídeos para web.

Ter a prática e as habilidades para falar bem em público ajuda bastante, não tenho dúvidas. No entanto, essa plataforma demanda outros tipos de cuidados que não estão necessariamente presentes nas palestras “comuns”.

Na produção de vídeos, o tempo é outro: é preciso prender a atenção do público a cada frame, caso contrário, as pessoas simplesmente fecham a aba do navegador e vão assistir a outras coisas.

Numa palestra, se bem é verdade que as pessoas podem se levantar e sair (ou mesmo permanecer todo o tempo olhando suas redes sociais no celular, por exemplo), o tempo é diferente e há mais ferramentas para não perder e/ou recuperar a atenção do público.

Nos vídeos, cada frame é importante

Como eu disse ali em cima, um dos maiores desafios para produzir bons vídeos para a internet é conseguir reter a atenção das pessoas para que elas não fechem o vídeo antes do final.

A velocidade da internet faz com que as pessoas tenham menos paciência para consumir informações ou, em outras palavras, essa velocidade aumentou também a rapidez com que se consume e se produz conhecimento. Ter isso em mente é muito importante, ok?

Pensando nisso, é fundamental optar por vídeos curtos e que vão diretamente ao ponto. Se o seu vídeo começar muito lento, é provável que as pessoas desistam de assisti-lo nos primeiros segundos.

Use frases curtas e que sejam facilmente compreensíveis. Garanta que cada segundo do seu vídeo seja relevante e, de forma alguma, fuja do tema proposto inicialmente.

Vale a pena usar o teleprompter?

O teleprompter (TP) é uma ferramenta muito usada por jornalistas, especialmente os chamados “âncoras”, aqueles que apresentam jornais na TV. Hoje, o recurso também passou a ser usado por youtubers, mas será que vale a pena incorporar essa técnica?

Para responder a essa dúvida, é importante saber que um dos requisitos para um bom vídeo é a naturalidade com que se fala. Usar o TP pode ser uma boa ideia, desde que esse uso não interfira na sua performance.

O mesmo raciocínio se aplica a quem opta pode decorar as falas. Uma fala decorada não tem o mesmo efeito que outra espontânea. Por isso, ao invés de memorizar cada palavra, é sempre mais interessante praticar o que será dito, familiarizando com o conteúdo sem necessariamente decorar tudo o que queremos dizer.

Foto: Shutterstock

O que vestir na gravação do vídeo?

As roupas que um comunicador usa são elementos importantes em situações de exposição de fala. Nas palestras, por exemplo, também é preciso ter cuidado com o que vestir.

Nos vídeos, no entanto, esse cuidado deve ser ainda maior, já que, pelo enquadramento reduzido, as roupas terão maior evidência do que em apresentações em público. Em outras palavras, nos vídeos, a imagem é muito limitada: além do cenário, aparece apenas o comunicador. Por isso, tudo o que chamar muita atenção no vestuário pode comprometer a sua performance.

Com isso em mente, escolha roupas sutis, que não roubem o protagonismo da sua fala. O grau de formalidade do que é usado depende do tipo de vídeo produzido por você. Para vídeos corporativos, por exemplo, adotar um padrão executivo para se vestir é o mais indicado.

O cenário do seu vídeo também precisa ser escolhido com cautela: evite ambientes muito poluídos (com excesso de objetos e móveis). Um espaço mais clean fará com que a atenção das pessoas esteja em você e, principalmente, no que você diz.

E a minha postura, como deve ser?

A linguagem não-verbal, especialmente a postura e os gestos, são muito importantes. No vídeo, com o enquadramento reduzido, a atenção para esses itens merece ainda mais destaque.

Quando estiver gravando o seu vídeo, atente-se para a sua postura, evitando uma posição “encurvada” e com ombros caídos. Esse pequeno detalhe muda completamente a forma como você aparece no vídeo e melhora, inclusive, a sua respiração durante a fala.

 

Para aprimorar suas habilidades durante a produção de vídeos para web, nada melhor que contar com a orientação de profissionais. Nos cursos de oratória da The Speaker, você terá acesso a tudo o que precisa saber para impulsionar seus vídeos na web!

Fonte:

www.thespeaker.com.br

 

The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade