0

Ter boa oratória é um dom? Mito ou verdade? Descubra!

Vocês provavelmente já escutaram a expressão “a arte da oratória” ou “o dom da oratória”, certo? Mas será assim mesmo?

11 jun 2018
10h40
  • separator
  • comentários

Olá, Speakers! Tudo bem?

Vocês provavelmente já escutaram a expressão “a arte da oratória” ou “o dom da oratória”, certo? Essas frases são muito comuns quando o assunto é comunicação, principalmente em meios não especializados.

Na era das fakenews, parece imperar o ditado popular que uma mentira dita (ou compartilhada) mil vezes torna-se uma verdade. Sendo assim, ao escutar tantas e tantas vezes sobre o “dom da oratória”, muita gente acaba comprando essa ideia, acreditando que falar bem é uma característica que já nasce com as pessoas.

Ao contrário desse mito, a oratória NÃO é um dom, mas, sim, um conjunto de habilidades que, como tais, podem ser aprimoradas através da informação, da prática cotidiana e do acompanhamento de profissionais capacitados.

Esclarecer isso é MUITO importante. Sabem por quê? Porque, quando acreditamos que a oratória é um dom, simplesmente desistimos de aprimorar a nossa comunicação. Por outro lado, se nos informamos e vemos que isso não é verdade, nos abrimos a um caminho de dedicação, que – antes do que pensamos –, nos leva a ter a comunicação que gostaríamos (e que precisamos!).

Foto: Shutterstock

Treinando habilidades e superando desafios – a minha própria história

Speakers, para convencer alguém de que a oratória, definitivamente, não é um dom, mas algo que se aprende e se aprimora, posso contar a minha própria trajetória.

Eu estudei fonoaudiologia – um curso que, entre outros aspectos – se trata sobre a capacidade de se expressar bem. Quando terminei a faculdade e tive que apresentar o meu trabalho de conclusão de curso (o famoso e, por vezes, temido, TCC), simplesmente travei.

É isso mesmo! Nesse dia, com meus amigos, professores, família e colegas me assistindo, eu não consegui transmitir tudo o que havia preparado e estudado por meses. Senti uma frustração imensa, que acabou sendo um incentivo para que eu buscasse meios de aprimorar a minha comunicação.

Se a oratória fosse, de fato, um dom divino, eu não estaria aqui escrevendo esse post para vocês. Não nasci falando perfeitamente (a minha apresentação de TCC é uma mostra disso), mas, com estudos e acompanhamento de profissionais capacitados e dispostos a me ajudarem, consegui desenvolver as minhas habilidades de comunicação a ponto de, hoje, ter ministrado mais de 1200 cursos de oratória.

A The Speaker – que é a única empresa brasileira com foco exclusivo em treinamentos bilíngues de comunicação e oratória –, surgiu, justamente, desse meu trabalho de superação. Logo, posso dizer que sou a prova viva de que falar bem tem muito mais a ver com uma rotina de dedicação do que com um dom extraordinário, vindo sem esforços. Não se esqueçam disso, ok?

Como aprimorar as minhas habilidades de oratória?

Bom, agora que já esclarecemos, de uma vez por todas, que a oratória NÃO é um dom, é importante falarmos sobre como aprimorar as nossas habilidades de comunicação.

Antes disso, vale frisar que falar bem envolve uma série de questões, que incluem aspectos da linguagem verbal e também da linguagem não-verbal.

Os aspectos verbais estão relacionados ao conteúdo da minha fala. Isso quer dizer que um dos pilares de uma boa oratória é a capacidade de estruturar o raciocínio, fazendo com que o outro consiga entender rapidamente o que eu estou dizendo.

Tudo o que diz respeito ao conteúdo da nossa fala tem enorme importância, sobretudo a FORMA como comunicamos tudo aquilo que queremos transmitir aos demais. O que eu costumo dizer nos treinamentos é que o modo como falamos é tão importante quanto o que falamos.

Uma pessoa pode ter a ideia mais brilhante de todas, mas, se não souber como comunicá-la, dificilmente conseguirá colocá-la em prática.

Já o que se refere à linguagem não-verbal tem a ver com as expressões faciais, a postura, o uso da voz e a gesticulação. Uma boa oratória não acontece sem darmos atenção a esses elementos, já que eles influenciam diretamente na maneira como nos comunicamos e somos vistos pelos outros.

Os cursos de oratória são excelentes opções para quem quer aprimorar suas habilidades. Sejam individuais ou em turmas, presenciais ou online, esses espaços de troca e capacitação são plataformas eficazes para termos uma comunicação assertiva, tal qual é exigido nos dias de hoje.

Se vocês precisarem de ajuda, já sabem: contem com a The Speaker!

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade