0

Não adianta fazer um bom trabalho se não souber comunicá-lo

Pode parecer injusto algumas vezes, mas o modo como as pessoas se comunicam impacta na percepção do conteúdo a ser apresentado.

6 dez 2017
10h24
  • separator
  • comentários

Speakers! Tudo bem por aí? 

Vocês já pararam para pensar por que nem sempre quem tem o melhor currículo é contratado para uma vaga? Ou por que muitas vezes o aluno que mais estuda não é o que tem melhores notas numa apresentação oral?  

Pode parecer injusto algumas vezes, mas a verdade é que tudo isso acontece por um mesmo motivo: o modo como as pessoas se comunicam. Não adianta fazer um excelente trabalho, se, na hora de apresentá-lo, não conseguimos transmitir tudo como gostaríamos.  

Não se engane, Speaker: a forma como você diz algo é tão importante quanto o que você tem a dizer. Muita boas ideias morrem na gaveta justamente porque não foram bem comunicadas. E, às vezes, outras ideias menos inovadoras conquistam espaço porque são apresentadas de um jeito envolvente e interessante.  

Foto: Divulgação

Conhecimento técnico é suficiente? 

Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, as pessoas têm investido tempo e dinheiro em conhecimento técnico: seja fazendo novos cursos, trainees ou especializações. Mas será que isso é suficiente para ter sucesso profissional? 

Ter um leque variado de cursos e uma boa base técnica é, com certeza, um diferencial. Mas, felizmente ou infelizmente, isso não é garantia de emprego ou promoção. Vamos imaginar juntos um processo seletivo para uma vaga numa renomada empresa. Imaginou? 

O nível dos currículos pode variar um pouco, mas é bem provável que todos sejam bons, certo? Então o que leva o recrutador a contratar esse e não aquele candidato? Exatamente, Speaker: a entrevista!  

Você pode ter um currículo invejável, mas, se não souber se comunicar bem na hora da entrevista, dificilmente conseguirá a vaga. Por outro lado, se o seu currículo não é o melhor da lista, mas você sabe agir com desenvoltura, sabe comunicar suas ideias de forma eficiente e é empático na entrevista, tem boas chances de conseguir o trabalho.  

Você se lembra que conversamos sobre oratória e entrevistas de emprego em um dos textos do nosso blog? 

Saiba vender a sua ideia! 

Muitas pessoas desempenham um trabalho excelente, são responsáveis e organizadas. Mas, na hora de mostrar aos outros o que estão fazendo, simplesmente não conseguem: seja por timidez ou porque não estão acostumadas a venderem suas ideias.  

Falar sobre si mesmo é bem difícil, não é verdade? O que acontece, Speakers, é que, hoje em dia, temos que aprender a falar positivamente de nós mesmos e, principalmente do nosso trabalho.  

Você pode deixar de ser reconhecido (e até promovido) na sua empresa pelo simples fato de não saber se comunicar. Por isso, Speaker, não tenha medo de mostrar seus feitos em apresentações e reuniões no dia a dia. Comunicar o que você anda fazendo pela empresa é uma maneira de mostrar que você se importa e se dedica. Fique atento a isso, ok?  

Existem algumas profissões que dependem ainda mais de uma boa oratória. Se você quer saber quais são essas profissões, confira a nossa conversa sobre isso no blog! 

Como comunicar bem o meu trabalho? 

“Ok, Lívia. Já entendi que é preciso saber comunicar bem o meu trabalho. Mas como faço isso?”. Bom, meu caro Speaker, existem algumas técnicas e dicas que ajudam (e muito!) na hora de apresentarmos nossos trabalhos e nos destacarmos no mercado. Separamos algumas. Confira! 

Esteja atento à sua imagem 

Na hora de nos comunicarmos, a nossa imagem é uma grande aliada. Se você vai ao trabalho ou a uma entrevista de emprego sem o mínimo de cuidado e zelo com a sua aparência, dificilmente causará boa impressão.  

Não estamos dizendo para que você vá trabalhar de terno todos os dias. A imagem vai muito além da roupa! Seja simpático, sorria, não tenha medo de cumprimentar as pessoas ao seu redor. Tudo isso faz parte de uma boa comunicação, speakers!  

Não tenha medo de conversar 

Conversar com seus chefes ou com aquele colega de trabalho que você não conhece muito bem nem sempre é fácil, eu sei. Mas se você fugir de todo o tipo de interação no trabalho, dificilmente conseguirá apresentar suas ideias nas reuniões ou mesmo no dia a dia.  

Converse sobre temas variados, dê a sua opinião, se esforce para ter assunto. Uma boa dica é estar atento às notícias do dia e ao que acontece no mundo. Assim, se o assunto morrer, você terá algo novo para falar e recomeçar a conversa! 

Olhe nos olhos 

O contato visual é muito importante na hora de nos comunicarmos. É esse contato que cria um vínculo entre quem fala e quem escuta. Se você desvia o olhar quando apresenta uma ideia, dá a impressão de insegurança e medo. Por outro lado, falar olhando nos olhos mostra que você está seguro de si e do seu bom trabalho.  

Escolha o momento certo para falar 

Essa é uma dica fundamental, Speakers. Saiba reconhecer os contextos e encontre o melhor momento para falar e expor suas ideias. Se aconteceu algum imprevisto e a sua empresa está focada em resolver o problema, essa não é a melhor hora para conversar, ok?  

Seja empático 

Essa dica vale para todas as áreas de sua vida: seja no trabalho, na vida pessoal, na universidade... Demonstrar empatia é ser um bom comunicador. Quando você consegue mostrar que se importa com o outro, faz com que esse outro se importe com você e com o que tem a dizer.  

Ufa! Teremos muito o que pensar hoje, não é, Speakers? A oratória é uma ferramenta importantíssima em todos os aspectos de nossa vida, não é mesmo?  

Se você acha que precisa de ajuda para praticar todas as dicas que vimos no texto de hoje, matricule-se em um dos nossos cursos de oratória! Eles ajudam a desenvolver suas habilidades e dominar melhor a comunicação. Inscreva-se pelo site e faça contato com a gente! 

Fonte: The Speaker

 

The Speaker

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade