1 evento ao vivo

Medo de falar em público: cinco sinais alarmantes

O medo de falar em público é algo real, que afeta e prejudica muitas pessoas, tanto no trabalho quanto na vida pessoal.

19 dez 2018
07h00
  • separator
  • comentários

Olá, Speakers!

O medo de falar em público é algo real, que afeta e prejudica muitas pessoas, tanto no trabalho quanto na vida pessoal.

Em muitos casos, esse medo é evidente. Quando sabe que terá que passar por uma situação de exposição de fala, a pessoa já começa a sentir os sinais de nervosismo.

No entanto, com outras, o medo está “escondido” e elas não sabem que a ansiedade que sentem ao falar em público é, na verdade, medo.

Na nossa conversa de hoje, separei alguns sinais que indicam que você tem medo de falar em público. Além disso, falo como superar esse medo. Vamos lá?

Foto: Shutterstock

1. Você pensa mais em si mesmo do que no público?

Quando temos medo de alguma situação, acabamos nos focando nesse medo, priorizando nossas próprias apreensões ao invés de pensarmos em qual é nosso objetivo.

Nas apresentações em público, a grande intenção é compartilhar algo que seja útil para o público, sabendo, assim, que esse mesmo público estará mais focado no conteúdo da nossa fala do que em nós, enquanto comunicadores.

Se você passa mais tempo pensando “o que eles pensarão de mim?”, por exemplo, é um sinal de que há, sim, o medo de falar em público.

2. Você imagina sempre o que pode dar errado?

Um dos maiores sintomas do medo é se preparar para o pior. Com o medo de falar em público, isso não é diferente.

“Mas e se o projetor não funcionar?”, “E se eu tiver um branco, de repente?” ou “E se o público não prestar atenção na minha fala?”

Se, antes da apresentação, você começa a listar, mentalmente, tudo o que pode dar errado durante a sua exposição oral, é bem provável que sinta medo de situações de exposição de fala.

3. Você não admite que nada dê errado?

Esse tópico está diretamente ligado ao anterior, já que, juntos, mostram situações opostas, mas que demonstram o mesmo sintoma: o medo de falar em público.

Nesse caso, o comunicador não admite que absolutamente nada dê errado ou fuja do seu controle durante a exposição oral, nem mesmo os detalhes.

Com isso, ele passa muito tempo pensando em cada aspecto da sua apresentação, tentando prever o que vai dizer a cada frase e até mesmo a reação do público.

Ao fazer isso – tentar prever cada passo – o nervosismo não vai embora. Na verdade, a falsa sensação de ter tudo sob o controle só aumenta a ansiedade.

Lembrem-se: é possível (e essencial) se preparar o máximo possível para uma apresentação, mas não é possível prever tudo o que acontecerá nela.  

4. Você tenta decorar cada frase da sua fala?

Esse tópico tem MUITO a ver com o que falamos nos anteriores. A necessidade de controlar tudo ou o medo de que algo não saia como o esperado levam muitas pessoas a cometerem o mesmo erro: tentar decorar a sua fala.

Decorar cada frase de uma exposição oral é um equívoco por vários motivos, sendo que os principais são o fato de que isso aumenta o nervosismo e, mais importante ainda, que prejudica a performance durante a apresentação.

Um comunicador que decorou a sua fala ficará tão preocupado em se lembrar de tudo que perderá a sua naturalidade, a capacidade de ouvir e a de conversar com os demais. Com isso, as chances de que a apresentação seja ruim são altas.

5. Imitando outros oradores

Ao fazermos uma rápida busca na web, encontramos centenas de apresentações, palestras, conferências... algumas muito boas. Outras, nem tanto.

Pelo medo de cometer erros, alguns comunicadores acabam imitando outros, que consideram ser bons oradores. No entanto, essa não é a melhor saída e, no fundo, demonstra o medo de falar em público.

Buscar inspiração e aprendizado com bons comunicadores é um método eficaz de aprimorar as próprias habilidades, mas tentar imitá-los, não. Quem imita alguém dificilmente consegue reproduzir suas qualidades e, no fim das contas, a apresentação será artificial... e ruim.

 

O que fazer para lidar com o medo de falar em público? O caminho mais eficaz é: se preparando! Aprimorando as habilidades de comunicação, praticando as técnicas de oratória e ir, aos poucos, ganhando prática, é o caminho mais eficaz para lutar contra esse medo. E vencer.

Pense nisso!

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker
  • separator
  • comentários
publicidade