0

Etiquetas no home office: os erros mais comuns e como evitá-los

Histórias de gafes no home office têm aparecido com frequência nas últimas semanas. Não cometa erros nesta modalidade de trabalho.

8 abr 2020
15h17
atualizado às 15h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ei, Speaker!

Histórias de gafes no home office têm aparecido com frequência nas últimas semanas. E, se você chegou até aqui, é provável que tenha lido – ou até vivido – experiências similares, certo?

Crianças interrompendo videoconferências, pets roubando a cena enquanto seus tutores conversam com clientes, profissionais aparecendo de pijama para uma reunião online... São muitos os exemplos do que NÃO deve acontecer no home office.

Da mesma forma como há uma série de etiquetas no dia a dia corporativo, no teletrabalho, isso também acontece.

Neste artigo, separei um manual básico com etiquetas no home office. Informe-se e saiba como agir durante esse período de isolamento social!

Foto: Shutterstock

Por que é importante seguir as etiquetas básicas no home office?

“Se o home office é um ambiente mais informal, por que devo seguir as regrinhas de etiqueta?”

Ok, Speaker, é verdade que o ambiente doméstico é muito mais informal do que o corporativo. No entanto, essa aparente informalidade dá uma falsa sensação de que está permitido ser menos profissional. E, definitivamente, não é assim.

Gestores e colaboradores precisam se preocupar com a imagem que transmitem. Nesse sentido, adotar uma postura profissional é o primeiro passo para demonstrar que o trabalho à distância está realmente sendo levado a sério.

Dito isso, vejamos algumas regras de etiquetas no home office. Confira!

Manual básico de etiquetas no home office

1. Vista-se adequadamente

Você não iria para o escritório de pijamas, certo? Então também não deve aparecer em uma reunião online dessa maneira.

Pijamas ou outras roupas excessivamente informais não contribuem em nada para transmitir uma imagem séria. Ao contrário, se você se vestir dessa maneira, poderá gerar a sensação de que não se interessa pela reunião ou que não a leva tão a sério.

É interessante considerar, ainda, que vestir-se para trabalhar, mesmo no home office, é uma maneira de aumentar a própria concentração e impulsionar o rendimento.

2. Tenha cuidado com o enquadramento

Nas reuniões e conversas online, a escolha do enquadramento é um passo importante. Isto é, a escolha de tudo o que a sua câmera estará enfocando e mostrando aos outros participantes.

Nesse sentido, opte por um enquadramento mais fechado. Não é necessário mostrar todo o seu escritório, ao contrário. Quanto menos distrações, melhor.

Para o fundo da sua tela, escolha, de preferência, uma parede clara. Essa é a melhor forma de preparar o enquadramento para reuniões, entrevistas e, até mesmo, gravações de vídeo.

3. Tem filhos pequenos? Não os inclua na reunião!

“Antes que a reunião comece, não tem problema nenhum apresentar meus filhos para minha equipe de trabalho, certo?” Errado!

O home office pode dar uma falsa sensação de proximidade. Afinal, as pessoas estão “entrando” nas casas umas das outras. Mas não é bem assim. A reunião é profissional e, logo, você deve manter o foco no trabalho.

Não é indicado apresentar seus filhos durante, antes ou após uma reunião. Por mais adoráveis que eles sejam!

Ainda sobre crianças pequenas, é importante mantê-las distantes durante uma videoconferência. Sei que isso nem sempre é possível, mas se for, será a melhor escolha.

4. Cuidado com a linguagem durante reuniões

Outra vez, insisto com a falsa sensação de informalidade do home office. Com essa falsa sensação, vem a ideia equivocada de que se pode usar palavras e expressões incompatíveis com o ambiente profissional.

Palavrões, excesso de piadas e/ou uso inapropriado do humor, gírias e vocabulários afins devem ser evitados. Comunique-se com a mesma seriedade que você adota na empresa.

Assuntos que fogem do ambiente profissional (dicas de filmes, receitas de cozinha, histórias do cotidiano) também devem ser limitadas. Manter a assertividade é um dos desafios do teletrabalho.

Quanto a isso, é interessante esclarecer que não estou dizendo para você deixar de lado a espontaneidade. Ela é fundamental! Mas é de suma importância agir com bom senso e encontrar o equilíbrio entre o que é informal e o que é falta de bom senso.

5. Esteja disponível em seu horário de trabalho

Estar disponível durante o expediente é essencial. O que isso quer dizer? Atender o telefone, responder mensagens e e-mails, estar presente nas reuniões previamente agendadas...

Evitar distrações no home office deve estar entre suas preocupações. Mantenha a concentração, deixe o celular carregado e ligado e mostre-se disponível. Isso fará a diferença para a sua performance nesse período de trabalho à distância.

6. Evite mandar mensagens fora do horário comercial

Como vimos no tópico anterior, respeitar o horário de expediente é importante. O que alguns profissionais, principalmente gestores, se esquecem é que isso significa não mandar mensagens ou ligar para colaboradores fora do horário comercial.

Trabalhar em casa NÃO é sinônimo de trabalhar o tempo todo. Agir com empatia e liderança também implica em respeitar o horário de trabalho dos seus liderados. Lembre-se disso para não perder a credibilidade que construiu com sua equipe!

 

Se este artigo foi útil para você, compartilhe com seus colegas!

Fonte:

https://thespeaker.com.br/cursos-para-empresa/

 

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade