PUBLICIDADE

Consultoria de imagem e oratória: quais os impactos na sua comunicação?

A consultoria de imagem tem sido um dos recursos mais procurados, especialmente com o boom das redes sociais para fins profissionais.

5 abr 2021 09h00
ver comentários
Publicidade

Oi, Speaker!

A consultoria de imagem tem sido um dos recursos mais procurados, especialmente com o boom das redes sociais para fins profissionais, vendas, atenção ao cliente e outras tantas possibilidades.

O que nem todo mundo sabe é que consultoria de imagem e oratória estão intimamente ligadas, já que não se trata, apenas, de modificar traços relacionados à aparência, mas muitos outros fatores.

Quais são os impactos na comunicação, ao investir em uma consultoria de imagem? A quais aspectos você deve se atentar para transmitir uma boa imagem pessoal?

Confira na nossa conversa de hoje! Boa leitura, Speaker!

Foto: The Speaker

Consultoria de imagem e oratória: qual a relação entre elas?

O que vem à sua mente quando falamos em “consultoria de imagem”? Muitas pessoas imaginam que seja um acompanhamento para definir características, como roupa, acessórios, maquiagem, cenário para fotos...

De fato, tudo isso também faz parte da consultoria de estilo, mas há outros fatores fundamentais para a imagem pessoal e que estão diretamente relacionados à comunicação.

Quando alguém procura uma transformação no estilo e na imagem, também deve se atentar para postura, gestos, contato visual e expressão como um todo. Afinal, a maneira como nos comunicamos faz parte do chamado branding pessoal.

É por essa razão que líderes, influenciadores, políticos e muitos outros profissionais buscam orientações para fortalecer a imagem que transmitem, aprimorando aspectos de estilo e, principalmente, da comunicação, da fala.

E quais são os impactos na sua comunicação?

Ao aprimorar a comunicação, a imagem pessoal também é impulsionada. Isso acontece porque as habilidades de comunicação fazem parte da inteligência emocional e interferem em como as pessoas veem umas às outras.

Em outras palavras, alguém que sabe se comunicar bem tende a transmitir alguns valores, como:

- Capacidade de liderança

- Empatia

- Autoridade em determinado tema

- Facilidade para trabalhar em grupo

- Poder de persuasão

Por outro lado, um profissional que não sabe se comunicar bem enfrenta outros desafios, por melhor que seja seu estilo. É necessário, então, desenvolver a comunicação para potencializar a imagem pessoal.

O que fazer para ter uma boa imagem pessoal? 4 passos fundamentais

A imagem pessoal se trata, então, de um conjunto de fatores. Nas redes sociais, por exemplo, a aparência em fotos de perfis, o cenário escolhido para gravar vídeos, a roupa e os acessórios são alguns deles. E a comunicação também é.

É impossível ter uma boa imagem pessoal sem dominar, ainda que minimamente, as técnicas de oratória e conseguir se expressar com autenticidade e carisma, segundo o seu público-alvo.

4 passos são fundamentais nesse processo. Veja:

1. Identificar e eliminar vícios da fala

Vícios da fala são alguns dos problemas mais evidentes na comunicação pessoal: são repetições de palavras ou expressões, assim como equívocos na pronunciação de sílabas e determinadas palavras.

A repetição de expressões (né, e aí, daí, tipo...) é um dos vícios mais comuns e que chamam muito a atenção da audiência. Identificar esses problemas e saber como evitá-los, planejando bem suas falas, é determinante para a sua imagem.  

2. Dominar a linguagem corporal

Linguagem corporal e imagem pessoal estão diretamente conectadas. Afinal, também nos expressamos através da nossa postura, gestos, olhares e expressões faciais. Dominar a linguagem corporal é utilizá-la a seu favor para potencializar sua mensagem.

3. Dar energia à voz

A voz é um dos pilares centrais da oratória e saber utilizá-la é indispensável para a imagem que transmitimos. Por exemplo: uma pessoa com a voz trêmula dificilmente será percebida como alguém que tem autoconfiança.

Dar energia à voz implica em usar bem as pausas, saber alterar o tom de voz, encontrar um ritmo de fala confortável para si e para a audiência.

4. Saber desenvolver uma fala de alto impacto

A forma como se fala é muito importante, mas o “o que” se diz também é. Desenvolver uma comunicação de alto impacto demanda saber organizar bem o raciocínio, elaborar estratégias para argumentar e inspirar.

O que se diz e como se diz são fatores que afetam e influenciam a imagem pessoal e precisam estar incluídos em um plano estratégico de consultoria de imagem.

 

Ainda tem dúvidas sobre este assunto? Fale comigo!

Fonte:

https://thespeaker.com.br/comunicacao-assertiva/

The Speaker
Publicidade
Publicidade