0

Como se comunicar bem em tempos de crise?

No cenário atual, a comunicação é a ferramenta central para manter a assertividade e a sensatez em todas as relações.

6 abr 2020
07h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Muitos profissionais, sobretudo gestores, têm se perguntado qual é a melhor maneira de manter a assertividade e a produtividade diante do cenário atual. Afinal, a comunicação (interna e externa) tem inúmeros desafios, principalmente à distância.

E não é só isso: estamos todos sob pressão. Por isso mesmo, conseguir agir com inteligência emocional, especialmente no âmbito corporativo, é o que determinará como sairemos dessa crise.

Como você tem se comunicado com seus liderados, colegas e clientes? E o que fazer para aprimorar essa comunicação?

O que significa ter um power speech no cenário atual?

Um discurso poderoso é aquele que consegue cumprir o seu propósito, seja ele inspirar, emocionar, informar ou persuadir.

Em um contexto como o que estamos vivendo, é necessário refletir sobre o sentido de power speech e considerar, sobretudo, a necessidade mais urgente do momento contemporâneo: uma abordagem sensata. 

Logo, a melhor forma de se comunicar com as pessoas ao seu redor é procurando adotar uma postura equilibrada e honesta. Além disso, colocar ainda mais em prática valores como a empatia.

Como um líder, ter sempre em mente que a crise atual impacta todas as pessoas, ainda que de formas diferentes e em maior ou menor grau, é de suma importância.

Isto é, antes de tomar uma decisão, pensar que a sua equipe de liderados também está enfrentando lutas internas, que podem afetar a produtividade e o rendimento.

Entre o pânico e o excesso de otimismo, escolha o equilíbrio

Aeroportos estão parados. Locais comerciais estão sendo fechados. O que não para – e parece só aumentar – é a comunicação entre as pessoas. Diariamente, somos bombardeados com novas notícias, informações, depoimentos... e eles são, quase sempre, negativos.

Do que a sua equipe menos precisa nesse contexto é, justamente, de um líder alarmista. É claro que os gestores também sentem medo, mas agir com inteligência emocional na hora de dialogar com sua equipe, seus clientes e parceiros é primordial.

Nesse sentido, a forma como você abordará certos conteúdos será determinante. Dê atenção à sua linguagem não-verbal. Faça o possível para transmitir uma imagem equilibrada. 

Mas evite extremos: negar a realidade completamente, adotando um tom excessivamente otimista, também não é a melhor ideia. Soará falso. Afinal, ninguém sabe, ao certo, como ou quando será o fim dessa crise.

Foto: Shutterstock

O que fazer para aprimorar a sua comunicação?  

No contexto atual, conseguir manter a comunicação interna assertiva será um divisor de águas para as empresas, startups e organizações de todos os nichos.

Como líder, algumas ações práticas podem – e devem – ser adotadas por você, sendo elas:

  • Definir e padronizar os canais de comunicação;
  • Manter a rotina das reuniões;
  • Intensificar os feedbacks aos liderados;
  • Ser transparente na hora de transmitir informações sobre a empresa.

A comunicação externa, isto é, com clientes, investidores e marcas parceiras, também precisa de ajustes nesse momento. Não dá para cortar o diálogo com seus clientes, por exemplo, e aparecer depois da crise como se nada tivesse acontecido.

Nesse sentido, algumas ações para aprimorar a comunicação externa são:

Ter um posicionamento claro em relação às medidas que estão sendo tomadas pela sua empresa durante a crise;
Manter o diálogo recorrente, seguindo o ritmo similar àquele utilizado normalmente;
Ajustar campanhas de marketing e publicidade, evitando, ao máximo, parecer oportunista em relação ao momento atual;
Encontrar alternativas para seguir entregando valor às pessoas.

Gerenciar crises, sobretudo aquelas com a dimensão da que se vive agora, é sempre um desafio para gestores. Ser emocionalmente inteligente e praticar suas soft skills será ainda mais importante.

No que tange à comunicação, planejar suas falas com antecedência, garantindo que tenham a sensatez e empatia necessárias, deve estar entre suas preocupações. Aja como um líder!

 

Fonte: www.thespeaker.com.br

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade