8 eventos ao vivo

Como lidar com o medo do julgamento nas suas apresentações

A sensação de ser julgado é o que gera o medo de falar em público em grande parte das pessoas. “O que pensarão de mim?” Saiba como lidar.

5 fev 2020
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Speaker, tudo bem com você?

Ser o centro das atenções é algo difícil para MUITAS pessoas. Nas apresentações em público, o comunicador ocupa esse lugar e, logo, retém os olhares observadores para si.

Mesmo que o foco de uma apresentação em público (ou de outra situação de exposição de fala) seja o conteúdo que está sendo transmitido, o comunicador também faz parte desse foco e tudo o que disser e fizer será analisado pelos demais.

A sensação de ser julgado é o que gera o medo de falar em público em grande parte das pessoas. “O que pensarão de mim?”, “E se eu não for bom o suficiente?” e “E se descobrirem que sou um impostor?” são perguntas comuns, que servem apenas para aumentar os níveis de estresse e ansiedade.

Como fazer para lidar com o medo do julgamento alheio durante apresentações? Confira algumas dicas que preparei neste artigo e sinta-se mais tranquilo em sua próxima exposição oral!

Foto: Shutterstock

1. Lembre-se que nem todo julgamento é negativo

Quando você conhece alguém, imediatamente (e de forma automática) faz uma espécie de raio X mental quanto a essa pessoa, tirando suas primeiras conclusões sobre ela. Essa é uma reação normal de todo ser humano. É, inclusive, um mecanismo de defesa. Por isso, o seu público irá julgá-lo e isso é um fato.

No entanto, não quer dizer que “ser julgado” é, necessariamente, algo negativo. O público reparará em você a fim de tirar algumas conclusões, mas isso não significa – de forma alguma – que estará buscando defeitos ou problemas na sua fala, ok? Entender isso ajuda muito a controlar a ansiedade!

2. Não se esqueça de que o foco maior é o conteúdo

Esse tópico caminha lado a lado com o que dissemos no anterior. Seus gestos, sua voz, sua postura, seu olhar... tudo isso faz parte da comunicação e do que você expressa para as pessoas da plateia. Porém o seu público tem como objetivo principal escutar o que você tem a dizer, ou seja, mesmo que você, comunicador, esteja no centro das atenções, o foco maior sempre será (ou deveria ser) o conteúdo da sua fala, aquilo que você diz.

3. Trabalhe a sua imagem pessoal e autoestima

O medo do julgamento alheio vem, em grande parte, de uma baixa autoestima. Às vezes, nós percebemos defeitos e falhas que passam imperceptíveis para os demais. Por essa razão, procure formas de ir trabalhando a forma como vê a si mesmo, suas competências, seu talento.

Para isso, mantenha-se sempre bem informado, conheça bastante sobre o tema do qual irá falar e não meça esforços para buscar abordagens interessantes. Todo esse domínio refletirá na sua autoestima, diminuindo, consequentemente, o medo do julgamento alheio.

4. Trabalhe a sua inteligência emocional

O termo inteligência emocional vem ganhando bastante destaque nos últimos tempos. E não é à toa. A inteligência emocional ou, dito de outra forma, a capacidade de controlar os próprios pensamentos e ações, é um requisito para ser um profissional bem-sucedido e se sair bem em situações onde há muita pressão (como apresentações em público).

Como speakers, ser capaz de reconhecer os medos e trabalhar, passo a passo, para enfrentá-los e vencê-los é algo fundamental. Procurar romper padrões negativos e pensamentos como “todos estarão me julgando” ou “perceberão meu defeito X” precisam ser controlados e neutralizados. Técnicas para desenvolver e aprimorar a inteligência emocional serão grandes aliadas nesse processo.

5. Pratique o máximo possível!

Praticar a sua fala – incluindo gestos, olhares e postura – é a forma mais simples de se acostumar com situações de exposição de fala e ir, aos poucos, perdendo o medo de vivenciá-las. Ao praticar, você aumenta o domínio sobre sua própria performance e ganhará mais confiança, fazendo com o que o medo do julgamento alheio seja cada vez menor e menos influente em suas decisões.

 

Apresentações em público são oportunidades de compartilhar uma ideia, de contar uma boa história, de mostrar quão bom você é em algo. Não deixe que o medo de ser julgado tire isso de você!

Para aperfeiçoar suas habilidades de comunicação e perder o receio em relação aos palcos, considere um treinamento em oratória! Boa sorte!

 

 

Fonte:

https://www.thespeaker.com.br/oratoria-o-guia-completo/

Veja também:

Black Friday: Guia dos melhores rótulos de vinhos
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade