0

Aspectos imprescindíveis para melhorar na profissão

Já sabemos que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e essa realidade tende a se manter da mesma forma em 2019.

28 jan 2019
07h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Já sabemos que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, certo? E essa realidade tende a se manter da mesma forma neste ano que se inicia.

Sendo assim, é preciso buscar estratégias para aprimorarmos nossas habilidades profissionais, nos tornando, dessa maneira, aptos a nos destacarmos: tanto em processos seletivos para novas vagas quanto para ascendermos dentro do trabalho que já temos.

Pensando nisso, no texto de hoje, separei cinco aspectos imprescindíveis para melhorar no campo profissional. Afinal, sempre é possível aprender e crescer, não é verdade? Confira!

Foto: Shutterstock

1. Trabalho em equipe

Muito se fala sobre a competitividade do mercado de trabalho. No Brasil, somos apresentados a essa realidade desde muito novos, ainda nos primeiros anos da vida estudantil.

Com isso, cria-se a ideia de que é preciso trabalhar as habilidades individuais, o que, muitas vezes, acaba ofuscando a enorme necessidade de saber trabalhar em equipe.

Não se enganem, Speakers: hoje, a capacidade de trabalhar em grupo é um dos principais pré-requisitos para profissionais das mais diversas áreas. Há que se destacar, ainda, que as equipes multidisciplinares têm sido a opção de muitas empresas, o que demanda não somente a capacidade de lidar com profissionais da mesma área, mas também com quem tem outra formação e especialização.

2. Inovação

Vocês já tiveram a sensação de que todas as boas ideias já foram pensadas por alguém? Aposto que sim! No entanto, isso está longe de ser verdade, especialmente hoje, com tantas ferramentas para divulgar e ter acesso a informações.

As empresas também estão cientes dessa possibilidade e, justamente por isso, dão preferência para profissionais que conseguem inovar, criando soluções (sejam elas simples ou complexas) para problemas, pensando em formas diferentes de executar um projeto, entre outras habilidades...

A melhor maneira de nos tornarmos capazes de propor inovações (e que elas sejam, de fato, eficientes) é através do conhecimento, aprimorando nossas próprias habilidades e abrindo nosso leque de informações.

3. Empatia

Empatia é, por definição, a capacidade de se colocar no lugar do outro. No universo corporativo, por exemplo, essa habilidade não é apenas uma qualidade no que tange à personalidade do profissional, mas é, ao mesmo tempo, uma estratégia para pensar em projetos e produtos melhores.

Como isso acontece? Aquele profissional que entende as necessidades dos seus clientes consegue pensar em alternativas para oferecer a eles projetos melhores, soluções mais eficientes e produtos mais atrativos. Tudo isso faz com que esse profissional seja ainda mais completo.

Além disso, a empatia está diretamente ligada ao que falamos no tópico anterior: quem tem empatia é muito mais capaz de trabalhar em equipe do que quem não tem.

4. Liderança

Esse tópico está relacionado aos três anteriores, já que a capacidade de trabalhar em grupo, a inovação e a empatia são algumas das características de um líder.

Hoje em dia, a ideia de “chefe” vem dando lugar à de um líder, alguém que, na prática, é o referencial de uma empresa, uma equipe e/ou um setor.

Tanto para quem já está inserido no mercado (e deseja assumir novos cargos) quanto para quem está em busca de um emprego, a liderança é uma habilidade que diferencia um profissional dos demais.

Como ser um líder? Desenvolvendo as habilidades das quais falamos nos tópicos anteriores e, em grande parte, a que iremos falar no tópico seguinte. Veja!

5. Comunicação

Para trabalhar bem em equipe, para propor inovações, para demonstrar empatia e para atuar como um líder é indispensável ter uma boa comunicação.

O trabalho em equipe exige um constante diálogo entre colaboradores. Por essa razão, aqueles que sabem expor seus argumentos e discutir ideias de modo assertivo conseguem se destacar em trabalhos grupais.

Da mesma forma, para propor inovações, explicando os motivos que fazem de uma ação ou ideia algo novo e eficiente, é preciso apresentar tais inovações de forma clara, persuasiva e interessante. 

Por fim, quando pensamos nas características de um líder, a boa comunicação é, sem dúvidas, uma das principais. Um líder é reconhecido, sobretudo, pela forma como se comunica com os demais. Sendo assim, é impossível ser um líder quando a comunicação está aquém do desejado.

 

O começo do ano é a época que muitos profissionais traçam novas metas, buscando opções para impulsionar o currículo. Que tal aproveitar esse momento e investir nos aspectos imprescindíveis dos quais falamos neste texto?

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade