2 eventos ao vivo

Aprenda a usar o microfone corretamente em suas palestras

Pode parecer óbvio, mas os microfones são uma enorme ajuda para os palestrantes, já que contribuem para a saúde vocal, mas há mais sobre.

3 out 2018
10h21
atualizado às 10h21
  • separator
  • comentários

Speakers! Tudo bem com vocês?

O aspecto técnico de uma apresentação em público é muito importante. Afinal, uma falha técnica nos microfones, projetores, caixas de som e/ou computadores pode prejudicar bastante a performance do comunicador.

Nesse sentido, o microfone tem uma relevância significativa. Pode parecer óbvio, mas os microfones são uma enorme ajuda para os palestrantes, já que contribuem para a saúde vocal, diminuindo o desgaste da voz.

Checar o funcionamento do microfone e cabos, bem como escolher qual modelo é o mais indicado para a sua apresentação, é fundamental. Além disso, uma das muitas dúvidas dos palestrantes em relação ao microfone é como utilizá-lo corretamente, sem prejudicar a performance durante a exposição oral.

Pensando em tudo isso, no nosso post de hoje, vou falar sobre microfones e como usar esse aparato da maneira mais adequada. Vamos lá?

Foto: Shutterstock

O que levar em consideração na hora de escolher o modelo do microfone?

Existem quatro modelos de microfone mais comuns entre palestrantes. Cada um deles tem determinadas características, que devem ser levadas em consideração para que possamos decidir qual tipo de microfone atende melhor as nossas necessidades.

O microfone de mesa, como o nome já diz, é colocado numa haste (geralmente flexível) sobre uma mesa. Esse tipo de microfone é mais utilizado em certos eventos ou reuniões, em que os comunicadores/palestrantes passarão a maior parte do tempo sentados. Para uma apresentação em público, esse não é o modelo mais viável.

O microfone pedestal, por outro lado, tem uma base fixa (o pedestal) e pode ou não ser retirado dessa haste pelo comunicador. Muito usado por cantores e instrumentistas, esse modelo de microfone tem a vantagem de deixar as mãos do comunicador livres, mas, nos modelos atuais de apresentação – seguindo as conferências TED –, não são muito utilizados.

Os microfones lapelas e auriculares são alguns dos modelos preferidos pelos palestrantes e, por serem pouco visíveis, dão um ar de maior naturalidade à apresentação ou, em outras palavras, são menos explícitos durante a performance do comunicador.

O microfone lapela é aquele usado preso à roupa do comunicador, enquanto o auricular usa uma pequena caixa, geralmente fixada na altura da cintura de quem usa; é apoiado na orelha do comunicador e pode ou não ter uma haste até a altura da boca.

Esses dois últimos modelos – lapela e auricular – são os mais utilizados por comunicadores que se apresentam nas TEDx, a maior rede de conferências do mundo na atualidade.

Como usar o microfone em uma apresentação?

Agora que já vimos quais são os modelos mais comuns de microfones e aqueles mais eficazes em uma palestra, é hora de saber COMO usar esses aparelhos sem prejudicar a nossa apresentação.

Alguns dos cuidados essenciais em relação ao uso do microfone são:

Teste o microfone com antecedência

Um dos erros mais comuns entre comunicadores (inclusive entre alguns que já têm muita prática) é deixar as questões técnicas apenas para a responsabilidade da organização do evento.

Ao contrário disso, checar o funcionamento de microfones, assim como de todos os outros aparelhos eletrônicos e cabos, também deve ser uma preocupação do comunicador. Afinal, se algo não estiver funcionando corretamente, os maiores prejudicados serão, justamente, os comunicadores.

Conheça a sensibilidade do microfone

Ao testar o microfone com antecedência, é necessário prestar atenção para a sensibilidade do aparelho em relação a ruídos e à própria voz. Com isso, pode-se definir qual é a distância ideal para colocar o microfone, sem que os sons saiam desproporcionalmente altos ou baixos, por exemplo.

Cada marca e cada modelo de microfone tem uma sensibilidade. Por isso mesmo, checar o funcionamento do aparelho e familiarizar-se com ele antecipadamente é muito importante.

Cheque o retorno do seu microfone

Ainda sobre certos cuidados que devemos ter ANTES de uma palestra ou apresentação, é preciso verificar bem o retorno do microfone. Para isso, peça a ajuda profissionais que estejam responsáveis pelo som ou, se não houver, para alguém da organização.

Verificar o retorno do microfone, identificando até onde vai o alcance do som, é fundamental, especialmente quando há muita gente na plateia.

Esteja atento para o volume da sua voz

Como faço questão de sempre ressaltar por aqui, a voz é um instrumento e, assim sendo, é necessário saber como utilizá-la. No que tange ao uso do microfone, o volume da voz merece um destaque ainda maior.

Especialmente quando não estamos familiarizados com o uso do microfone, temos uma tendência inconsciente de elevar o volume da nossa voz frente a um número significativo de pessoas na plateia. Pode parecer óbvio, mas é MUITO importante estar atento e garantir que o volume da nossa voz não esteja muito alto.

Volumes excessivamente altos são bastante prejudiciais para a apresentação, já que são invasivos e, portanto, despertam cansaço e desinteresse daqueles que escutam.

Essas são algumas das técnicas direcionadas ao uso do microfone, Speakers! Antes de subir ao palco, preste atenção em cada uma delas e garanta que tudo saia da melhor forma possível!

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker
  • separator
  • comentários
publicidade