0

O maior investidor do mundo dá dicas de oratória

Buffett tem uma particularidade: no começo da sua carreira, ele sentia verdadeiro pânico de falar em público.

13 nov 2017
10h15
  • separator
  • comentários

Speaker! Tudo bem?

Provavelmente você já ouviu falar sobre Warren Edward Buffett, certo?  Buffett é um dos principais nomes da empresa Berkshire Hathaway e, por muitas vezes, foi considerado o mais bem-sucedido investidor do século XX (e um dos homens mais ricos do mundo!).

Buffett tem uma particularidade: no começo da sua carreira, ele sentia verdadeiro pânico de falar em público. Com o tempo, e, principalmente, pelo seu trabalho e pelas novas exigências do mercado, teve que encontrar formas de superar esse medo e começar a se apresentar de forma natural.

O pessoal do site CNBC listou quatro lições que, segundo Buffett, o ajudaram a ter uma relação melhor com a comunicação e se livrar do medo das apresentações em público. Vamos ver quais são essas lições? Afinal, se elas ajudaram um dos homens mais importantes do mundo, com certeza, nos ajudarão também, não é verdade?

Foto: Forbes

1. Seja sempre um aprendiz

A ideia de que estamos sempre aprendendo alguma coisa nova está longe de ser um clichê. Pelo menos, é isso que Buffett aprendeu (e nos ensina).

Quando partimos do princípio de que não sabemos tudo sobre determinado assunto, estamos abertos a novos conhecimentos, o que torna o caminho muito mais fácil.

Com a comunicação e a oratória, isso não é diferente. Se você consegue identificar os seus erros e aquilo que ainda precisa aprender, já deu o primeiro passo para começar a desenvolver essas habilidades.

Por outro lado, quando assumimos o papel de aprendiz em relação às nossas apresentações, nunca perdemos o interesse de pesquisar sobre o assunto do qual vamos falar. E isso, Speakers, é essencial para que nossas falas sejam boas e inspiradoras para o público.

Uma das técnicas para nos sentirmos seguros nas apresentações em público é ter a certeza de que realmente temos domínio sobre o que vamos falar. Em outras palavras, se assumimos a condição de aprendizes e insistimos em pesquisar o máximo possível sobre o tema, as chances de fazermos uma boa apresentação são muito maiores.

2. Fale sobre suas próprias experiências

Para conseguir superar o seu medo de falar em público e se apresentar de uma forma interessante, Buffett passou a inserir histórias e experiências de sua vida pessoal (e de sua carreira) em suas apresentações em público.

Além de ser uma das ferramentas mais eficazes para conquistar a atenção e a empatia das pessoas, esse passo também faz com que o comunicador se sinta mais à vontade no palco e, aos poucos, vá perdendo o medo de interagir com o público.

Pensando em tudo isso, comece a adotar uma técnica simples: sempre que for planejar uma apresentação, pense em quais histórias de sua vida pessoal se encaixariam naquele assunto e quais as experiências que você já viveu seriam úteis para as pessoas que foram assistir a sua fala.

Muitas vezes, a plateia aprende mais com as histórias que você conta do que com o conteúdo teórico sozinho. Esse recurso – ligado à storytelling – tem mudado a forma como as pessoas, as empresas e as grandes marcas se comunicam, investindo em falas mais humanas e emotivas. Pense nisso!

3. Seja um entusiasta de si mesmo!

Para entender esse passo que mudou a vida de Buffett, basta pensar na seguinte verdade: se você não gosta da sua apresentação, ninguém vai gostar.

É isso mesmo, Speakers! Uma das primeiras (e mais importantes) atitudes que devemos adotar para ter uma boa apresentação é gostar daquilo que planejamos, do assunto que escolhemos como tema da apresentação e, principalmente, de nós mesmos.

Por isso, planeje a sua apresentação com antecedência. Grave a sua fala e escute quantas vezes forem necessárias. Só se dê por vencido quando estiver satisfeito com a sua fala, sua postura e seus argumentos.

Se você subir ao palco seguro de que tem algo bom para apresentar, as pessoas sentirão essa confiança e esse entusiasmo e, assim, será mais fácil entusiasmá-las. Sorrir, ter "energia positiva" e exalar segurança faz uma grande diferença, não tenha dúvidas!

Para se transformar em um “entusiasta de si mesmo”, leve em consideração algumas dicas:

- Fale sobre algo que você realmente acredita: no mundo corporativo, nem sempre isso é possível. Ainda assim, sempre que estiver ao seu alcance, escolha temas que te tragam encantamento e entusiasmo. Se você fala sobre um assunto que te transmite tédio, dificilmente conseguirá despertar uma boa energia nas pessoas do público.

- Expresse suas emoções: no dia a dia das empresas, somos acostumados a usarmos uma espécie de máscara da neutralidade, escondendo nossas emoções (sejam elas boas ou más). Nas apresentações em público, não tenha medo de mostrar o que sente através de seus gestos e expressão facial. Ao ser humano (e emotivo), você conquistará mais facilmente a empatia das pessoas.

4. Não decore a sua apresentação

Esse passo pode parecer simples, mas a verdade é que, assim como Buffett, muitas pessoas já chegaram a pensar que decorar suas falas é o caminho para uma boa apresentação. Não é.

Um bom discurso exige preparo e dedicação. Às vezes, grandes comunicadores, como Steve Jobs, passam horas ensaiando suas falas. Quando você pratica em voz alta, conhece os altos e baixos de sua apresentação e tem tempo de trabalhar no que for necessário.

Se você decide decorar o seu texto, é bem provável que o seu nível de estresse e nervosismo aumente (e muito). Você estará tão focado em se lembrar de tudo o que decorou que não conseguirá desfrutar da sua própria apresentação, correndo o risco de ter uma fala muito abaixo do que poderia ter.

Ao invés de decorar a sua apresentação na íntegra, faça notas breves, usando apenas as palavras-chave de cada tópico. Assim, se, por acaso, você tiver que fazer uma consulta rápida na hora de falar em público, não perderá tempo e conseguirá agir com naturalidade.

Esses quatro passos alteraram a forma como Buffett via a comunicação e a oratória. Que tal colocá-los em prática você também?

Fontes:

www.thespeaker.com.br

https://www.cnbc.com/2017/02/03/4-public-speaking-lessons-that-changed-warren-buffetts-life.html

The Speaker

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade