0

USDA reduz estimativas de produção e rendimento para a soja nos EUA

11 jul 2019
14h38
  • separator
  • 0
  • comentários

Chicago, 11 - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu nesta quinta-feira sua estimativa para a produção doméstica de soja em 2019/20. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA disse que a safra deve ser de 3,845 bilhões de bushels (104,65 milhões de toneladas), com produtividade de 48,5 bushels por acre (3,26 toneladas por hectare). Em junho, o governo dos EUA tinha estimado a produção em 4,150 bilhões de bushels (112,96 milhões de t), com rendimento de 49,5 bushels por acre (3,33 toneladas por hectare). Analistas consultados pelo Wall Street Journal projetavam uma safra de 3,850 bilhões de bushels (104,79 milhões de t), com rendimento de 48,4 bushels por acre (3,255 toneladas por hectare). Segundo traders, a redução da produtividade foi motivada em parte pelas fortes chuvas e alagamentos no Meio-Oeste do país durante a época de plantio.

Para o milho, o governo dos EUA projetou uma safra de 13,875 bilhões de bushels (352,43 milhões de t), com produtividade de 166 bushels por acre (10,42 toneladas por hectare). No relatório de oferta e demanda do mês passado, a produção tinha sido estimada em 13,680 bilhões de bushels (347,47 milhões de t), com rendimento também de 166 bushels por acre (10,42 toneladas por hectare). Os analistas esperavam produção de 13,511 bilhões de bushels (343,18 milhões de t), com produtividade de 164,9 bushels por acre (10,35 toneladas por hectare).

A maior previsão de safra se deve em parte à área plantada, que foi aumentada para ficar em linha com o número divulgado no fim de junho pelo Serviço Nacional de Estatísticas Agrícolas (NASS). A área semeada passou de 89,8 milhões para 91,7 milhões de acres (36,34 milhões para 37,11 milhões de hectares). No fim de junho, quando o NASS divulgou sua estimativa de área, muitos se mostraram céticos, já que, segundo analistas, uma área significativa deixou de ser semeada por causa das chuvas no Meio-Oeste.

A produção total de trigo nos EUA em 2019/20 foi elevada de 1,903 bilhão para 1,921 bilhão de bushels (51,80 milhões para 52,29 milhões de t), enquanto os analistas projetavam 1,905 bilhão de bushels (51,85 milhões de t).

Quanto aos estoques de soja nos EUA ao fim da temporada 2019/20, a previsão foi reduzida de 1,045 bilhão para 795 milhões de bushels (28,44 milhões para 21,64 milhões de t), enquanto os analistas esperavam 812 milhões de bushels (22,10 milhões de t).

O USDA projetou os estoques de milho ao fim de 2019/20 em 2,010 bilhões de bushels (51,05 milhões de t), de 1,675 bilhão de bushels (42,55 milhões de t) em junho. O mercado previa 1,642 bilhão de bushels (41,71 milhões de t).

Já as reservas domésticas de trigo foram reduzidas de 1,072 bilhão para 1 bilhão de bushels (29,18 milhões para 27,22 milhões de toneladas). Analistas projetavam 1,028 bilhão de bushels (27,98 milhões de t). Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade