0

Tyson Foods nomeia Noel White como novo CEO Global

17 set 2018
10h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Tyson Foods anunciou nesta segunda-feira, 17, o executivo Noel White como novo CEO global da companhia. A Tyson informou que a escolha foi feita pelo Conselho de Administração do grupo. O novo presidente assumirá o cargo em 30 de setembro. White substituirá o atual diretor-executivo Tom Hayes.

Em comunicado para a imprensa, divulgado na manhã desta segunda-feira, a companhia afirmou que Hayes "está deixando o cargo por motivos pessoais".

"É uma decisão muito difícil deixar a Tyson Foods, mas depois de cuidadosa consideração e discussões com minha família e com a diretoria, sei que é a coisa certa a fazer", disse Hayes na nota.

Ele dirige a empresa desde o fim de 2016 e foi anteriormente diretor de cadeia de suprimentos da Hillshire Brands Co., que a Tyson comprou há quatro anos, segundo o site da Tyson.

O executivo comandou também a aquisição da Keystone Foods, subsidiária da Marfrig Global Foods, por US$ 2,16 bilhões. A operação faz parte de um plano de expansão internacional do grupo.

O novo CEO, Noel White, trabalhou recentemente como presidente da empresa de carne bovina, suína e internacional(Beef, Pork and International). Anteriormente, White trabalhou para a empresa de embalagem de carne IBP, que a Tyson comprou em 2001. Também ocupou o cargo diretor de Operações da Tyson e foi presidente da Divisão de Aves de 2013 a 2017, segundo informações divulgadas pela companhia.

"Espero acelerar a atual trajetória de crescimento como uma empresa global de alimentos moderna por meio de nossa excelência operacional, pensamento inovador e foco para alimentar o mundo de forma sustentável. Estamos bem posicionados para o sucesso contínuo", disse White.

O presidente do Conselho de Administração, John Tyson, destacou a confiança no novo gestor, que têm mais de 30 anos de experiência na indústria alimentícia "Ele administrou nossos negócios de carne bovina, suína e avícola e agora está ajudando a Tyson Foods", ressaltou.

Na manhã desta segunda, em teleconferência realizada com investidores, um porta-voz da companhia reiterou que a saída de Hayes foi uma decisão pessoal e não foi motivada por qualquer conduta pessoal ou problemas de integridade. O porta-voz acrescentou que vários candidatos foram considerados para assumir o comando da empresa.

A empresa também reafirmou seu guidance de EPS ajustado para o ano fiscal 2018 de US$ 5,70 a US$ 6,00, conforme anunciado em 30 de julho de 2018. Após o anúncio de reorganização administrativa, as ações da Tyson, que acumulam recuo de 22% no ano, caíram 2,8%. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Veja também:

Mulher é presa com 11 quilos de maconha na rodoviária de Cascavel
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade