12 eventos ao vivo

Termômetro Broadcast Bolsa: Perspectiva de ganhos para a Bolsa prevalece

Na terça, 21, tem início o Fórum Econômico Mundial, onde Paulo Guedes representará o Brasil; sem indicadores de peso na agenda do exterior, os olhares se voltam para decisões de política monetária a serem anunciadas

17 jan 2020
22h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O otimismo prevalece nas perspectivas para o desempenho do Ibovespa na próxima semana (20 a 24 de janeiro), de acordo com o resultado do Termômetro Broadcast Bolsa desta sexta-feira, 17. A expectativa de ganhos para o principal índice da B3 chegou a 66,67%, nível semelhante ao de meados de dezembro de 2019, entre 24 participantes. Na pesquisa anterior, esse porcentual foi de 60,87%. Ao mesmo tempo, reduziu-se a proporção que indica estabilidade, de 30,43% para 29,17%. Também, os que indicam queda para a Bolsa nos próximos cinco pregões está em 4,1% ante 8,7% do resultado passado. O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte.

A semana tem início sem a usual direção do mercado acionário nos Estados Unidos, que estará fechado em razão do feriado em memória de Martin Luther King, mas o dia pode ser movimentado pelo vencimento de opções sobre ações do Ibovespa.

Já na terça-feira tem início o Fórum Econômico Mundial, em Davos, onde o ministro da Economia, Paulo Guedes, representará o Brasil. Sem indicadores de peso na agenda do exterior, os olhares se voltam para decisões de política monetária a serem anunciadas pelo BCE e pelo BoJ.

No Brasil, após decepções com os dados da atividade econômica, agora o monitoramento será sobre a inflação. Na terça-feira será apresentada a 2ª prévia do IGP-M e, na quinta, o IPCA-15. Para ambos os índices é esperada desaceleração em relação a dezembro.

Mesmo sem uma data fixa, é aguardada a divulgação de dados do emprego formal do Caged. Segundo estimativa da MCM Consultores Associados, o saldo líquido deve ser negativo em 340 mil postos de trabalho em linha com dezembro de 2018, mas, no ano, acumular 620 mil vagas geradas.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade