5 eventos ao vivo

Tensões comerciais diminuem e índices de Wall St fecham em alta

15 mai 2019
17h24
atualizado às 18h24
  • separator
  • comentários

Os principais índices das bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, após notícias de que o presidente dos EUA, Donald Trump, adiaria a imposição de tarifas sobre peças e carros importados.

Operadores trabalham durante pregão da Bolsa d e Valores de Nova York.  14/5/2019. REUTERS/Brendan McDermid
Operadores trabalham durante pregão da Bolsa d e Valores de Nova York. 14/5/2019. REUTERS/Brendan McDermid
Foto: Reuters

O Dow Jones subiu 0,45%, a 25.648 pontos. O S&P 500 ganhou 0,58%, a 2.851 pontos. O Nasdaq Composto avançou 1,13%, a 7.822 pontos.

O mercado teve o segundo dia seguido de ganhos apesar da decepção com alguns dados econômicos. O índice S&P 500 ainda está mais de 3% abaixo da máxima histórica batido há pouco mais de duas semanas.

A perspectiva de adiamento por seis meses das tarifas sobre automóveis e peças importados, além de observações do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, de que espera retomar negociações em breve na China foi uma boa notícia para os investidores, que começaram o dia pessimistas devido a fracos dados econômicos.

As vendas no varejo registraram queda inesperada em abril, quando os consumidores reduziram seus gastos. Além disso, a produção industrial norte-americana também caiu inesperadamente no mês passado.

"Os investidores estão interpretando as sinalizações do presidente (Trump) e do secretário do Tesouro como um abrandamento nas negociações comerciais", disse Robert Pavlik, estrategista-chefe de investimentos e gerente de portfólio da SlateStone Wealth. "Isso está dando ao mercado razões para acreditar que um acordo comercial deve ser alcançado."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade