0

Telefônica e Mastercard anunciam 'conta pré-paga' via celular

28 nov 2012
14h35

De olho nos consumidores das classes entre C e E, o grupo Telefônica/Vivo e a Mastercard apresentaram nesta quarta-feira, em São Paulo, a Mobile Financial Service (MFS), empresa que surge dessa parceria e que será responsável por operacionalizar, a partir de abril de 2013, um serviço de conta pré-paga "bancária" e cartão que permitirão a realização de diversas transações financeiras por meio do telefone celular.

Antonio Carlos Valente (Telefônica), Marcos Etchegoyen (MF5) e Gilbert Caldart (Mastercard) durante o anúncio
Antonio Carlos Valente (Telefônica), Marcos Etchegoyen (MF5) e Gilbert Caldart (Mastercard) durante o anúncio
Foto: Marina Novaes/Terra

De acordo com Marcos Etchegoyen, presidente da MFS, o produto tem como foco principal as pessoas que não têm contas em bancos, mas que desejam pagar contas ou fazer transferências pelo celular, ou ainda realizar saques em caixas eletrônicos, sem a vinculação a uma instituição financeira.

"É um mecanismo de inclusão financeira. (...) A nossa ambição é facilitar a vida das pessoas que, até hoje, por qualquer motivo que seja, ainda não tem uma conta corrente", disse o presidente da MFS, em entrevista.

Como funciona

Para utilizar os serviços, não haverá a necessidade de possuir um smartphone - qualquer aparelho dará acesso ao produto -, basta fazer um cadastro pelo telefone. Após o cadastro, o cliente receberá um cartão com a bandeira da Mastercard e, para utilizá-lo, deverá carregar o crédito que desejar nos postos de recarga da própria Vivo.

A partir daí, ele conseguirá usar o celular para pagar contas, fazer a recarga do telefone pré-pago e do cartão financeiro ou ainda transferir valores para outras pessoas por meio de uma tecnologia chamada USSD, cuja facilidade de uso se assemelha ao sistema de envio de SMS. Já com o cartão, será possível também pagar contas e fazer saques de valores nos caixas eletrônicos da rede Cirrus, que atende a Mastercard. Ou seja, na prática, o cartão funcionará de forma semelhante aos chamados "travel cards", cartões pré-pago muito usados em viagens ao exterior.

Haverá valores mínimos e máximos para a carga, mas os detalhes sobre a faixa de movimentação financeira e as tarifas dos produtos ainda estão em fase de estudo. O controle do saldo também será feito através do próprio aparelho celular.

De acordo com o presidente do grupo Telefônica no Brasil, Antonio Carlos Valente, a ideia acompanha a expansão da classe média brasileira e deverá ajudar a expandir ainda mais o uso dos telefones celulares no Brasil. "Os dispositivos móveis têm cada vez mais utilidade na vida, e o nosso objetivo é torná-los ainda mais práticos e úteis", disse.

Inicialmente, a conta pré-paga vinculada ao celular será lançada em apenas cinco cidades no Brasil (ainda não divulgadas), mas a ideia é que os serviços sejam lançados nacionalmente até o início do segundo semestre do ano que vem. A expectativa, de acordo com o presidente da MFS, é que ao menos 200 mil clientes da Vivo utilizem o produto até o fim do ano, realizando cerca de 1,8 a 2,3 transações financeiras por mês, cada um. Atualmente, já há serviços semelhantes, também por meio da parceria entre a operadora e a Mastercard, na Argentina e no Peru.

Fonte: Terra
publicidade