PUBLICIDADE

Tecnologia: 4 soft skills necessárias na hora da seleção

Especialista traz dicas sobre as competências que os profissionais podem desenvolver para ir além do currículo.

21 dez 2021 06h00
ver comentários
Publicidade
Algumas das chamadas soft skills causam um grande impacto na hora da seleção
Algumas das chamadas soft skills causam um grande impacto na hora da seleção
Foto: Startup Stock Photos / Pixabay

Estar preparado para as constantes mudanças do mercado de trabalho é fundamental para se destacar em um cenário de extrema competitividade, como no setor de tecnologia.

Muito além de saber como programar e usar as ferramentas técnicas necessárias, é importante entender o quanto as empresas buscam, cada vez mais, por pessoas que sejam criativas, saibam tomar decisões rápidas e tenham o que o mercado chama de “senso de dono”.

Marcela Azambuja, Head de Pessoas da Let’s Code, edtech que tem ajudado grandes empresas a formar desenvolvedores qualificados para as necessidades do mercado, destaca que estas são algumas das chamadas soft skills que causam um grande impacto e podem representar um enorme diferencial na hora do processo seletivo. Confira como aprimorá-las:

1. Tenha uma boa comunicação

Comunicar-se bem é essencial para se desenvolver na carreira. Esse elemento é um dos pilares fundamentais para aprimorar outras habilidades em diversos mercados, como também nas áreas ligadas à tecnologia. 

“Além de evitar possíveis problemas de convivência, a comunicação clara também evita ter que refazer trabalhos por falhas de interpretação, o que economiza muito tempo e agilidade em tech é tudo”, ressalta Marcela. “Saber quando e como falar, ouvir e questionar também são elementos muito buscados na personalidade de pessoas na liderança e gerência dos negócios. Além disso, a comunicação é a base para construir um bom networking.”

Também é importante que a comunicação seja transparente e clara. Isso, não só para os candidatos, mas também para os gestores. “A comunicação feita de forma assertiva gera algo bastante positivo que é a cultura de feedbacks. Pois mesmo que existam pontos de desenvolvimento é importante que exista essa abertura de quem recebe e a clareza, por meio de exemplos práticos do dia a dia para aprimorar o trabalho e proporcionar um crescimento contínuo”, explica.

2. Seja adaptável e resiliente

Como os avanços tecnológicos acontecem de forma muito rápida, as empresas precisam contar com pessoas que tenham adaptabilidade e resiliência. Um gestor precisa de equipes formadas por funcionários de mente aberta, que possam mudar a direção dos projetos rapidamente, assumir novas responsabilidades e adotar novos comportamentos, enxergando oportunidades de melhoria mesmo no cenário adverso.

Segundo Marcela, é crucial contar com pessoas que tenham maior flexibilidade e agilidade de pensamentos porque isso permite a implementação de novas ideias em lugares como a Let’s Code. É comum que profissionais como esses se arrisquem mais e errem mais também. O que os diferencia, é a forma e o tempo para reparar e trazer uma solução ao problema. 

“Esse profissional não se dá por vencido logo que encontra alguns obstáculos e frustrações ao longo do caminho”, diz.

3. Desenvolva um bom pensamento crítico

Essa soft skill diz respeito a fazer com que a aprendizagem deixe de ser apenas um processo passivo de assimilação de informações  e passe a ser feita de forma ativa. Isso significa ser capaz de colocar em prática as ideias e saber quando  concordar ou discordar. 

“Nos programas desenvolvidos pela Let’s Code, em parceria com as empresas, procuramos criar um ambiente aberto e bastante diverso no qual o aluno possa se sentir livre para levantar um questionamento coerente e relevante para a situação apresentada em aula. Pessoas com o pensamento crítico conseguem analisar e resolver problemas sistematicamente, unindo raciocínio lógico e intuição”, explica Marcela. 

O importante é que o profissional conquiste a habilidade de  aprender, e com isso ganhe autonomia. Para isso é importante que sempre questionem os porquês das informações apresentadas.  

“É interessante perceber que geralmente essas pessoas processam pensamentos lógicos e até compreendem novos conceitos sem depender de qualquer experiência de aprendizado tida anteriormente”, comenta.

4. Aprimore sua gestão de tempo

Um dos fatores mais valiosos e escassos hoje é o tempo. Identificar quais projetos e tarefas são mais rápidos de concluir é uma habilidade muito desejada. Ter em mente quais são as demandas prioritárias e entregá-las dentro do prazo dá mais chances de crescimento dentro da organização, além de gerar maior agilidade na hora de trabalhar. 

Outro ponto importante é saber como equilibrar a vida profissional e a vida pessoal. Esse fator é essencial para uma boa qualidade de vida e, consequentemente, também ajuda a entregar  melhores resultados. Não basta apenas otimizar o tempo e fazer tudo “correndo”, é necessário fazer escolhas e saber o que priorizar sem perder a qualidade nas entregas.

“O setor de tecnologia é um dos que mais cresce no Brasil e no mundo. A cada dia são criadas diversas oportunidades de atuação e infelizmente ainda temos uma formação acadêmica ultrapassada nas universidades. Por isso, além de formar profissionais capacitados para o que o mercado necessita, nós também criamos um modelo educacional que proporciona o desenvolvimento de habilidades interpessoais que fazem a diferença para todo profissional que busca crescimento”, finaliza Marcela.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Publicidade
Publicidade