PUBLICIDADE

Shein encaminhou documentação para listar ações em Londres, dizem fontes

24 jun 2024 - 11h30
Compartilhar
Exibir comentários

A Shein encaminhou confidencialmente documentos à reguladora do mercado britânico no começo de junho, disseram duas fontes, com a varejista online, avançando no processo para uma potencial listagem de suas ações em Londres ainda neste ano.

A empresa fundada na China, que foi avaliada em 66 bilhões de dólares em uma rodada de investimentos em 2032, começou a trabalhar com seus assessores financeiros e jurídicos para explorar uma listagem na Bolsa de Valores de Londres no começo deste ano, segundo reportagem da Reuters em maio, com fontes.

Um porta-voz da Shein e outro da Autoridade de Conduta Financeira (FCA, na sigla em inglês), órgão supervisor do mercado britânico, se recusaram a comentar.

Não ficou claro em um primeiro momento quando a Shein, famosa pelas suas blusas de cinco dólares e vestidos de dez dólares, planeja lançar Sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A Shein informou oficialmente o órgão regulador de valores mobiliários da China sobre sua mudança de local de listagem, segundo as fontes. A empresa, no entanto, ainda não recebeu aprovação da Comissão de Regulamentação de Valores Mobiliários, disse uma delas.

A Comissão não respondeu de imediato a pedido de comentário.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade