1 evento ao vivo

Senado aprova duas indicações para diretoria da Aneel

Foram 41 votos favoráveis, nove contra e duas abstenções para Rodrigo Nascimento; 37 a favor, 7 contra e uma abstenção para Feitosa Neto

16 mai 2018
19h57
atualizado em 17/5/2018 às 09h06
  • separator
  • comentários

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira as indicações de Rodrigo Limp do Nascimento, atual consultor legislativo da Câmara dos Deputados, e Sandoval de Araújo Feitosa Neto para compor a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Linhas elétricas conectadas em torres de alta tensão em Brasília, Brasil
31/08/2017
 REUTERS/Ueslei Marcelino
Linhas elétricas conectadas em torres de alta tensão em Brasília, Brasil 31/08/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

Foram 41 votos favoráveis, nove contrários e duas abstenções para Nascimento, enquanto Feitosa Neto, superintendente de Fiscalização de Serviços de Eletricidade da própria Aneel, teve 37 votos a favor, 7 contra e uma abstenção, de acordo com a agência de notícias do Senado.

Ao ser sabatinado na Comissão de Serviços de Infraestrutura nesta semana, Nascimento disse que o setor elétrico precisa se preparar para as mudanças regulatórias decorrentes dos avanços tecnológicos, como a geração de energia pelos próprios consumidores e o crescimento do número de carros elétricos.

"A ampliação do mercado livre vai ser um ganho para o setor, com mais eficiência e competitividade. Mas temos que tomar cuidado com alguns pontos, garantir mecanismos de financiamento da expansão da geração, que hoje estão concentrados no mercado regulado", afirmou.

As indicações de diretores para a Aneel são uma atribuição do presidente da República.

Rodrigo Limp foi indicado para assumir vaga deixada após o final do mandato de José Jurhosa, enquanto Feitosa assumirá posto antes ocupado por Reive Barros.

Até agosto ainda vencerão os mandatos de três outros diretores da Aneel, incluindo o diretor-geral, Romeu Rufino.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade