1 evento ao vivo

Saudi Aramco sonda bancos e mira listagem doméstica ainda em 2019, dizem fontes

9 set 2019
13h05
atualizado às 13h08
  • separator
  • 0
  • comentários

A petroleira saudita Saudi Aramco deve permitir importante atuação do JPMorgan, Morgan Stanley e National Commercial Bank em sua planejada oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), disse uma fonte familiar com a operação.

07/03/2017. REUTERS/Hamad I Mohammed
07/03/2017. REUTERS/Hamad I Mohammed
Foto: Reuters

A lista de bancos que irão gerenciar a operação também pode ter Citi, Goldman Sachs, HSBC e Samba Financial Bank, sendo que uma primeira fase da operação poderia ocorrer no mercado local, antes do final de 2019, disse a mesma fonte e outras duas pessoas com conhecimento do assunto.

O ministro de Energia saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, disse nesta segunda-feira que o reino quer realizar o IPO da Aramco "o mais cedo possível", ao falar sobre o assunto pela primeira vez desde que substituiu Khalid al-Falih no ministério.

A Aramco está se preparando para vender uma fatia de até 5% em entre 2020 e 2021, no que poderia ser o maior IPO do mundo. Ela ainda está realizando encontros com bancos para definir os que terão algum papel na transação, com expectativas de que os assessores sejam escolhidos nos próximos dias, disseram duas das fontes.

Morgan Stanley, JPMorgan e HSBC haviam sido escolhidos para liderar a transação antes de o processo ser paralisado no ano passado.

Goldman Sachs, HSBC e JPMorgan recusaram-se a comentar.

A Aramco recusou-se a comentar um questionamento em separado da Reuters sobre a possível nomeação do JPMorgan e não comentou um pedido posterior sobre os outros bancos.

Citi, Samba, Morgan Stanley e National Commercial Bank não responderam de imediato a pedidos de comentário.

O IPO da Aramco é uma peça central do plano da Arábia Saudita de transformar sua economia para atrair investimento estrangeiro e diversificar negócios para além do petróleo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade